Notícia

Voluntários ministram aulas de música na Maranata

Projeto Aprendiz marca presença nos mais de mil templos da igreja no ES

Para quem gosta de cantar ou tem interesse em aprender algum instrumento musical, o Projeto Aprendiz, da Igreja Cristã Maranata (ICM), pode ser uma oportunidade para membros adquirirem conhecimentos práticos e teóricos. Desenvolvido em diversas cidades brasileiras, o programa conta com a ajuda de monitores voluntários para ministrarem aulas para crianças, adolescentes e adultos membros da congregação.

 Grupo de alunos e professores  do Projeto Aprendiz. Após as aulas,  os participantes estão aptos a tocar nos cultos da Igreja Cristã Maranata
Grupo de alunos e professores do Projeto Aprendiz. Após as aulas, os participantes estão aptos a tocar nos cultos da Igreja Cristã Maranata
Foto: Divulgação/Maranata

Consolidado em diversas cidades brasileiras, o projeto marca presença nos mais de de mil templos do Estado. “Lançado em 2005, na Serra/ES, tem o intuito de preparar musicistas para atuarem nas comunidades locais. Temos o objetivo de difundir o conhecimento musical, e acreditamos que a música tem uma função importante de inclusão social”, explica Fábio Salazar, colaborador do Departamento de Louvor.

Crianças e adolescentes

Há três anos, a iniciativa ganhou um braço, o Projeto Aprendiz Júnior, em Cariacica, que atende a 300 crianças e adolescentes. “No início da formação, esses jovens têm a oportunidade de aprender a tocar flauta doce e alguns instrumentos de percussão nos encontros semanais. Já conseguimos formar algumas bandinhas e corais, com o auxílio de 60 monitores”, explica o pastor Giuliano Milane Gomes, da área de Castelo Branco, que reúne 23 templos.

Membros da ICM com faixa etária a partir de 10 anos já podem se inscrever no Projeto Aprendiz, mais focado nos louvores que são apresentados durante os cultos. Ele também agrega outras opções de ensino de instrumentos musicais. A oferta das aulas varia em cada templo.

O Departamento de Louvor da Igreja Cristã Maranata faz o acompanhamento do projeto. Mais informações por meio do e-mail [email protected] ou no site www.louvoricm.org.br. De acordo com a instituição, em Castelo Branco, esta parte do projeto possui 120 matriculados, nas aulas de teclado, violão, bateria e instrumentos de sopro, entre outros. Somando as duas frentes, são cerca de 500 beneficiários.

 Pessoas com faixa etária a partir de 10 anos já podem se inscrever no Projeto Aprendiz.
Pessoas com faixa etária a partir de 10 anos já podem se inscrever no Projeto Aprendiz.
Foto: Leandro Oliveira

“No dia a dia, vemos de perto a influência positiva da música na vida das pessoas envolvidas. Essa experiência tornou-se a porta de entrada para os jovens descobrirem até mesmo a aptidão profissional. Alguns deles ingressaram na Faculdade de Música do Espírito Santo”, explica Giuliano Milane.

 Há quatro anos, o Projeto Aprendiz também dá formação musical para a comunidade do bairro Bela Aurora, em Cariacica.
Há quatro anos, o Projeto Aprendiz também dá formação musical para a comunidade do bairro Bela Aurora, em Cariacica.
Foto: Leandro Oliveira

Diferença na vida

O estudante Natan Dalrio Gomes, 16 anos, iniciou no Projeto Aprendiz aos 8 anos, nas aulas de flauta doce, e hoje ajuda outras crianças, repassando o que aprendeu. “O projeto fez diferença na minha vida. Consegui entender um novo mundo que é a música. Me ajudou na escola também. Agora, tenho a oportunidade de repassar esse conhecimento para outras crianças da igreja”, conta.

Hoje atuando como monitora nas aulas, Kathariny dos Santos, 20, começou no projeto aos 8 anos aprendendo flauta, passou pelo violino e, atualmente, faz Curso de Formação Musical na Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames). “O Projeto Aprendiz é uma oportunidade para crianças, jovens e adultos conhecerem a música, aprenderem técnicas e desenvolverem habilidades. Ele ajuda em várias áreas da nossa vida. Para mim, abriu portas e proporcionou a oportunidade de hoje estar me aperfeiçoando ainda mais. Dá uma base para quem deseja seguir carreira nessa área. Para saber mais sobre os projetos da congregação, acesse: www.igrejacristamaranata.org.br.

Ver comentários