Notícia

Novidades tecnológicas na Cachoeiro Stone Fair

O evento de rochas ornamentais começa nesta terça, no Parque de Exposições de Cachoeiro de Itapemirim

A Cachoeiro Stone Fair, feira do setor de rochas ornamentais, chega ao seu 30º ano de olho na inovação tecnológica que promete revolucionar a extração e o processamento da matéria-prima na indústria nos próximos anos.

Entre as novidades que a feira apresentará aos seus visitantes de terça a sexta desta semana estão materiais raros, máquinas de última geração e até um robô com tecnologia de ponta, conforme adianta o presidente do Sindicato da Indústria de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Espírito Santo (Sindirochas), Tales Machado.

Foto: Divulgação

Um dos lançamentos é o Resindrone, um robô multieixo automático projetado para obter seleção perfeita de placas e resinagem. Outros exemplos que estarão presentes na feira são a politriz HP 24 cabeças e uma nova e econômica serra ponte de três eixos.

“A inovação tecnológica é uma realidade que as empresas do setor de rochas ornamentais já vive. Os mineradores capixabas aplicam as tecnologias mais modernas na extração e no processamento das rochas. São processos em constante aprimoramento que vêm acelerando a produção de chapas, com qualidade e melhor aproveitamento do material, reduzindo e qualificando os resíduos produzidos, com menor impacto ambiental”, afirma Tales Machado.

Para lidar com o avanço tecnológico, ele destaca ainda que o Sindirochas tem trabalhado no sentido de capacitar mão de obra para a transformação tecnológica na indústria: “O Sindirochas frequentemente realiza cursos de qualificação profissional”.

Foto: Divulgação

Mercado em expansão

Com relação as exportações, o Espírito Santo é responsável por 80% das exportações de rochas ornamentais do país. Segundo Machado, entre os maiores consumidores estão Estados Unidos, China e Itália. 

 

“O Estado possui o maior parque industrial brasileiro do setor de rochas ornamentais, com 1.600 empresas, e manteve seu posto de principal Estado exportador em 2018. A expectativa para os próximos anos é boa”, pontua Machado.

Foto: Divulgação

A edição comemorativa da Cachoeiro Stone Fair contará com exposição de novos materiais, visitas técnicas e lançamentos de projetos voltados para o desenvolvimento do mercado interno.

Este ano, 40 empresas vão participar pela primeira vez da feira, que é reconhecida nacionalmente como importante evento para a realização de negócios do mercado interno de rochas ornamentais.

Segundo Flávia Milaneze, diretora da Milanez & Milaneze, empresa que organiza o evento de negócios, trata-se de um marco ao longo de 30 anos, quando a feira, em 1989, teve início com 32 expositores e 3 mil visitantes. Este ano, serão mais de 180 expositores.

“Conseguimos formatar um evento que demonstra a força do setor no mercado nacional em diversas ações, criando, assim, um ambiente voltado para a realização de grandes negócios em toda a cadeia produtiva”, afirma Flávia Milaneze.

Para Tales Machado, a Cachoeiro Stone Fair foi um marco divisor para o setor de rochas ornamentais capixaba. “Comemorar 30 anos já diz tudo, o evento se tornou uma marca do arranjo produtivo, marcou o início de uma nova fase do setor e vem, ao longo desse tempo, acompanhando e contribuindo para o desenvolvimento do segmento, já fazendo parte do calendário das empresas, fornecedores e clientes”, destaca.

A Cachoeiro Stone Fair terá uma programação paralela exclusiva. Para receber os 16 mil visitantes de todos os Estados brasileiros e de 18 países, restaurantes, hotéis e prefeitura prepararam ações especiais, como vans disponíveis para o evento e o Giro Gastronômico, com pratos batizados com nomes de rochas ornamentais.

Foto: Divulgação

Programação

A feira será realizada de terça a sexta desta semana, das 14 às 20 horas (com acesso até ás 19h), no Parque de Exposições Carlos Caiado Barbosa, em Cachoeiro de Itapemirim. O evento é uma realização da Milanez & Milaneze, empresa do Grupo VeronaFiere, com promoção do Sindirochas e Cetemag e apoio da Abirochas e da Academia das Rochas.

Ver comentários