Obra que aborda câncer de mama é vetada por conter nudez

Telas pintadas por Caio Cruz retratam mulheres que passaram pela retirada da mama

Publicado em 24/10/2017 às 21h16

Atualizado em 25/10/2017 às 10h10

Tela pintada por Caio Cruz foi coberta por pano preto e posteriormente retirada do evento
Foto:Divulgação
Tela pintada por Caio Cruz foi coberta por pano preto e posteriormente retirada do evento

O artista plástico capixaba Caio Cruz viu no próprio trabalho uma maneira de chamar a atenção para uma questão delicada como o câncer de mama, mas foi surpreendido na tarde desta terça-feira (24). Cinco telas dele foram expostas durante um evento em um hospital da Serra, mas uma delas foi retirada do local por conter nudez, segundo organizadores.

“Estou com uma exposição de 12 obras no Teatro de Vila Velha, chamada ‘Peito Aberto’. Tirei cinco para participar de um evento da campanha Outubro Rosa em outro local, mas uma delas foi vetada. Colocaram um pano preto em cima, depois tiraram a obra do local”, conta.

> 'Estão dando início à implementação do Estado Islâmico brasileiro'

Nas obras, o artista retrata mulheres que passaram por mastectomia (remoção da mama). O objetivo, segundo Caio, é representar o sentimento das mulheres que enfrentam o câncer, mostrando que o problema pode ser encarado com leveza e mostrado com beleza.

Pouco depois do ocorrido, o artista fez uma publicação nas redes sociais, despertando indignação em diversas pessoas. “Fiquei chateado, mas não pude fazer muita coisa no momento. Eu não podia cancelar o evento ali naquela hora. Mas me senti desrespeitado como artista. As pessoas têm que parar de associar o nu artístico à pornografia. Esse olhar tira o caráter de conscientização da obra”, alerta Caio.

As obras foram reintegradas à exposição de origem, no Teatro Municipal de Vila Velha, que segue aberta ao público até o dia 19 de novembro.

> Projeto que proíbe exposições com teor pornográfico é aprovado no ES

> Cristovam Buarque: 'A censura começa com a nudez e termina na mudez'

Compartilhe



Mais no Gazeta Online