Notícia

"Estão dando início à implementação do Estado Islâmico brasileiro"

Leitores comentaram a aprovação na Assembleia do projeto que proíbe "exposições pornográficas" no Estado

Leia também

Dando início à implementação do “Estado Islâmico” brasileiro. Tudo pela manutenção da família e dos bons costumes! Bando de falsos moralistas apoiando e aplaudindo!

Djalma Arruda

Engraçado, não vemos os nossos nobres e demagogos deputados tão preocupados e tão ágeis com relação ao crime ambiental da Samarco no Rio Doce nem com relação aos problemas na Saúde Pública, muito menos eles tomam providências quanto ao roubo escandaloso que a Eco 101 promove por meio dos sete pedágios na BR-101 ao longo de 458,5 km de rodovia no Espírito Santo, sendo que, passados 4 anos desde o início das cobranças dos pedágios, ainda não cumpriu a sua parte no contrato relativo às melhorias e, principalmente, nas ampliações na rodovia. Além das outras coisas realmente importantes que os nossos deputados fazem questão de ignorar, pois o objetivo deles não é resolver os nossos problemas reais, mas sim resolver o problema político deles (a reeleição) por meio da resolução de problemas de forte apelo ou que causem comoção social, pois quem não faz nada de bom pela sociedade precisa da falsa polêmica para se autopromover.

Diogo Romanov

Fico aqui pensando, nosso Estado está passando por tanta coisa mais séria... Como sempre o foco vem sendo desviado. As pessoas estão caindo nesse desvio enquanto outros problemas mais importantes são esquecidos.

Eliza Dias

Vai proibir também vender playboy e bloquear a internet no Estado? Hahahahaha Essa medida populista não faz o menor sentido, não é prática e é extremamente retrógrada. É pra isso que serve classificação indicativa! As pessoas deviam estar culpando é quem ignora os avisos e expõe uma criança a conteúdos impróprios de qualquer forma, não quem produz o que quer que seja pensando num público capaz de lidar com o material.

Lorena Nunes Muniz

Bola dentro dos deputados estaduais! Chega dessa “arte” que ofende a religião dos outros, que deturpa a cabeça das crianças as abrindo à pedofilia e ainda mais ganhando o aval do governo, chega dessa “arte” esdrúxula e imoral. Aqui não!

André Luiz Serrakio

Proíbam então novelas, filmes, dançarinas do Faustão e companhia... hipócritas! Ah, distribuam vendas para o povo tomar banho com os olhos fechados, já que o corpo humano é algo tão demonizado para vocês.

Mariana Kuster Moro

Depois das polêmicas do Queermuseu e do MAM sugiram "especialistas" em arte como moscas em volta de fezes. Muitas vezes é possível observar pela falta de articulação do pensamento ou por conta da dificuldade na escrita que existe uma grande limitação, mas que essas pessoas não conseguem sequer se conscientizar de que não pensaram sobre o que estão escrevendo, ou que estão sendo ludibriadas por grupos políticos religiosos com interesses que excluem o bem-estar do povo e priorizam somente o retorno financeiro individual. Enquanto isso, as pessoas agem como gado, sendo guiadas ao abatedouro, chifrando uns aos outros e distribuindo coices em várias direções. Alguns talvez conseguirão ver que foram usados e manipulados em algum momento. Outros passarão dessa para outra sem perceber que foram abatidos em prol do interesse alheio. Talvez o problema maior do Brasil nem seja a corrupção, creio que a ignorância que predomina no país seja a praga que nos perpetuará na ruína.

Zeca Oliveira

Não sou contra a arte, ou qualquer forma de expressão. Ela tem que ser definida e apropriada a quem possa observa lá. Tudo isso seria resolvido se houvesse regras para visitação. Sou contra expor a menor de idade. Temos leis quanto a isso, seria apologia a inserção de pornografia a menores. No local adequado e seguindo a lei, seria arte. Em uma exposição aberta a menores, é contravenção, a lei deve ser cumprida.

 

 

Gerson Caldas

O projeto deixa claro que a proibição é de artes pornográficas em espaços públicos, nada mais justo para manter a harmonia social. Deve ser sancionado!

Bruno Carlini

O projeto proíbe: “expressões artísticas ou culturais que contenham fotografias, textos, desenhos, pinturas, filmes e vídeos que exponham o ato sexual e a nudez humana”. Que retrocesso! Quem quer ir a museu vai, quem não quer fica em casa assistindo novela. Simples.

Diego Mayer

Criança não estando presente, pode e deve ser liberado. Coisas piores ocorrem em batalhões da PM, como roubo de fuzil, coronel roubando capelinha, deputado usando igreja pra lavar dinheiro, padres e pastores sendo pedófilos...

Igor Dhon Estevam

Muito bom! Colocar um mero +18 na porta não resolve nada como já foi provado, assim como o "vai quem quer", como se aquelas crianças tivessem aparecido ali por osmose, e detalhe, com um bando de adultos em volta.. Essa história de colocar classificação não dá pra engolir, história pra boi dormir. Fizeram merda, agora tem que proibir mesmo!

Cícero Cardoso

Ver comentários