Adriana Bombom posa com pai capixaba: "Criando mais vínculos"

Dançarina fala da relação dos dois quase dois anos após descobrir quem era seu pai biológico

Publicado em 15/08/2019 às 17h34

Atualizado em 15/08/2019 às 17h34

Foto:Reprodução/Instagram @adrianabombom

Adriana Bombom, de 45 anos, lembrou uma viagem recente que fez para visitar o pai biológico, o garçom aposentado Josildo Ribeiro da Silva, de 81 anos, neste Dia dos Pais. Ela postou uma foto com o senhor, que se mudou há pouco tempo de Caratoíra, em Vitória, para Cabo Frio, na região dos lagos do Rio de Janeiro.

Para quem não lembra, em dezembro de 2017, a ex-esposa de Dudu Nobre conheceu o pai biológico em uma participação que fez em um programa dominical da Record. Na ocasião, ela esteve em Vitória e levou o pai para passar as festas de fim de ano com ela, no Rio. Em 2018, eles repetiram o encontro na casa da musa.

> "Faltava um pedaço que hoje encontrei", diz Bombom sobre pai capixaba

"Foi lindo e emocionante. Foram muitos anos sem ele e a família ficou mais completa. Neste momento de Natal, é muito importante tê-lo por perto. Aos poucos, temos nos aproximado e criado, cada vez mais, vínculos, deixando o passado para trás", diz ela, em entrevista ao Gazeta Online.

Ele é muito simples. Tudo está sempre bom para ele e tenho certeza de que ele se sentiu amado no Natal
Adriana Bombom, dançarina

Na ocasião da descoberta da paternidade, na internet só se falava de um possível abandono por parte de Josildo. Mas, desde aquela época, Adriana rebatia as críticas, como continua: "Ele não me abandonou. Minha mãe que não concordou com o comportamento dele na época e achou melhor criar eu e minha irmã gêmea, com 10 dias de vida, longe dele".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Adriana Bombom Oficial (@adrianabombom) em

Agora, Josildo mora no Rio. A mudança foi para que ele ficasse mais perto do filho mais novo. Com idade avançada, o garçom aposentado precisa de alguns cuidados e ficar sozinho em Vitória não estava sendo mais viável. "Meu pai está em uma idade em que precisar ser acompanhado. Eu viajo bastante e não sei se ele iria se adaptar à minha rotina", fala Bombom, justificando o fato de não levá-lo para morar com ela, na Cidade Maravilhosa.

A dançarina Adriana Bombom com o pai biológico, o garçom aposentado capixaba Josildo Ribeiro da Silva, em dezembro de 2017, quando os dois se conheceram
Foto:Reprodução/Instagram @adrianabombom
A dançarina Adriana Bombom com o pai biológico, o garçom aposentado capixaba Josildo Ribeiro da Silva, em dezembro de 2017, quando os dois se conheceram

UMA QUASE CAPIXABA

Depois que descobriu o pai, Adriana confidencia que também conheceu outros parentes do Estado. Ela conheceu irmãos e tias, que também moravam na Capital. "Meu contato é mais com o meu pai mesmo e com o meu irmão. Fui até visitá-lo no restaurante em que ele trabalha. Fiz uma surpresa e levei minhas filhas junto", lembra Adriana, que é mãe de Olívia e Thalita, frutos de seu relacionamento com Dudu Nobre.

> Quer receber todas as novidades de cultura e entretenimento do ES? CLIQUE AQUI e participe do grupo de Whatsapp do Divirta-se

Leia também

Para ela, daqui para frente a relação dos dois será cada vez mais próxima, mas a distância e agenda atribulada da dançarina ainda atrapalham. Desde que o conheceu, Adriana estima que esteve três vezes no Espírito Santo para passar uns dias com ele.

"Na medida do possível, temos nos reunido. Gostaria que fossem mais vezes, porém meus horários são bem diferentes. E ele é muito lindo porque, até isso, ele já entende".

Compartilhe



Mais no Gazeta Online