Notícia

Seleção Brasileira bate o Peru e conquista a Copa América após 12 anos

Em jogo no Maracanã, os gols do Brasil foram marcados por Gabriel Jesus e o capixaba Richarlison (de pênalti)

Gabriel Jesus comemora gol contra o Peru
Gabriel Jesus comemora gol contra o Peru
Foto: Jorge Rodrigues/Agência Estado

E deu Brasil! Após 12 anos, a Seleção Brasileira conquistou novamente a Copa América. Na tarde deste domingo, no Maracanã, para um público de mais de 60 mil torcedores, os comandados de Tite venceram o Peru por 3 a 1 e levantaram o caneco pela nona vez na história. Everton , Gabriel Jesus e Richarlison fizeram os gols brasileiros, com Guerrero descontando para a seleção peruana. Jesus chegou a ser expulso no segundo tempo, mas nada que apagasse a excelente participação no torneio. Cebolinha e Guerrero, com três gols cada, ficaram com a artilharia da Copa América.

Com a conquista, o Brasil chegou ao nono título na Copa América (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004 e 2007). O Peru seguiu com dois canecos (1939 e 1975). A decisão contou com um minuto de silêncio antes de a bola rolar, em homenagem a João Gilberto, pai da bossa nova, que infelizmente faleceu neste fim de semana. Na cerimônia de encerramento, também antes da partida começar, Anitta, Pedro Capó e o mascote Zizito abrilhantaram o Maracanã. A próxima edição da Copa América será realizada já no próximo ano, com as sedes sendo a Argentina e a Colômbia.

CEBOLA À VONTADE

O Brasil começou melhor a partida. O Peru tentava levar perigo para a defesa brasileira, mas sem muita efetividade. E um dos principais nomes desta Copa América, um dos destaques desta Seleção Brasileira, Everton Cebolinha - que já podemos dizer que evoluiu e virou "Cebola" (risos) -, aos 14 minutos do primeiro tempo, colocou o 1 a 0 a favor no placar, aproveitando linda jogada de Gabriel Jesus - que colocou Trauco para dançar. Brasil na frente e Everton assumindo a artilharia da competição, com três gols - prêmio justo pela grande competição dele, sempre à vontade com a Amarelinha.

Jogadores da seleção brasileira em jogo contra o Peru, pela final da Copa América
Jogadores da seleção brasileira em jogo contra o Peru, pela final da Copa América
Foto: WILTON JUNIOR/AGÊNCIA ESTADO

PERU DESCONTA

Depois de o Brasil abrir o placar, o Peru saiu mais para o jogo - atitude mais do que natural, já que era uma final e os peruanos não tinham nada a perder. Aos 26 minutos, Guerrero cabeceou bem após cobrança de escanteio de Yotún, mas a bola passou por cima do gol defendido por Alisson. Pouco após, Guerrero novamente chegou com perigo, mas foi desarmado na hora do chute por Casemiro. Aos 40, o árbitro Roberto Tobar marcou pênalti para o Peru, depois da bola bater no braço de Thiago Silva. Teve consulta ao vídeo, mas a marcação foi mantida. Aos 43, Guerrero converteu e descontou para o Peru, em sua terceira tentativa no primeiro tempo.

JESUS: DO CÉU AO INFERNO

Gabriel Jesus, outro que se destacou muito no mata-mata pelo Brasil nesta Copa América, viveu do céu ao inferno nesta decisão. Primeiro foi o céu: não deixou o Peru nem comemorar o 1 a 1 no placar, colocando a Seleção Brasileira novamente na frente, no acréscimo. Aos 47 minutos, Roberto Firmino roubou bem a bola, passou para Arthur, que acionou Jesus - ele dominou e colocou no canto do gol defendido por Pedro Gallese, 2 a 1. Já no segundo tempo, o Brasil tentou ampliar com Philippe Coutinho, Firmino, mas foi Gabriel Jesus que protagonizou de novo, agora o inferno: aos 24, recebeu o segundo amarelo e foi expulso, deixando o Brasil com um jogador a menos.

DRAMA... MAS É BRASIL CAMPEÃO!

Após a expulsão de Gabriel Jesus, o Peru deu as últimas cartadas. Trauco, aos 27, mandou com perigo e Alisson fez boa defesa. No lance seguinte, Flores mandou forte de fora da área, e a bola levou muito perigo. Aos 41 minutos, o Brasil foi ao ataque e Everton acabou derrubado por Zambrano na grande área - o árbitro assinalou pênalti, consultou o vídeo, mas confirmou. Três minutos mais tarde, Richarlison foi para a cobrança e converteu, acabando com o drama brasileiro. Vitória, 3 a 1 para a Seleção Brasileira, campeã da Copa América pela nona vez, encerrando um jejum de 12 anos. Festa brasileira no Maracanã, aos mais de 60 mil torcedores foram ao delírio. Parabéns, Brasil!

Ver comentários