Notícia

Confira os principais destaques da primeira rodada da Champions

CR7 e Messi em branco, encontro de gerações, revelações, decepções e muitos gols... Liverpool e Real Madrid perderam, enquanto Bayern e City não decepcionaram

Vitórias categóricas, revelações, bom desempenhos de grandes equipes e derrotas marcantes. Gols nos últimos minutos, pênaltis decisivos desperdiçados e encontro de gerações. A primeira rodada da Liga dos Campeões não decepcionou.

O Real Madrid foi goleado pelo PSG sem chutar uma bola na direção do gol. Cristiano Ronaldo e Messi não marcaram, mas Haland, de 19 anos, do RB Salzburg, fez um hat-trick e chamou atenção. Bayern e City não decepcionaram, Tottenham, Chelsea e Barcelona, porém, não foram bem. Confira os principais destaques.

TROPEÇOS

A primeira rodada foi marcada por tropeços de equipes tradicionais. O Tottenham abriu 2 a 0, mas cedeu o empate para o Olympiakos, fora de casa. A Internazionale estreou, em casa, contra o Slavia Praha e quase perdeu. Os Nerazzurri buscaram o empate, em 1 a 1, no último minuto. O Chelsea, por sua vez, estreou com derrota. A equipe de Frank Lampard desperdiçou um pênalti e perdeu para o Valencia, por 1 a 0.

PEQUENOS SURPREENDEM

O Lokomotiv Moscou venceu o Bayer Leverkusen, por 2 a 1, fora de casa. O Dínamo de Zagreb goleou a Atalanta, por 4 a 0, com três gols de Orsic. Quem também fez bonito foi Haland: o jovem atacante norueguês de 19 anos fez um hat-trick contra o Genk e o RB Salzburg venceu, por 6 a 2.

SEM DECEPÇÃO

O Bayern de Munique não deu chances para a zebra e venceram, por 3 a 0, o Estrela Vermelha, com gols de Coman, Lewandowski e Thomas Muller. O Manchester City, fora de casa, repetiu o resultado dos Bávaros, mas sobre o Shakhtar Donetsk. Mahrez, Gundogan e Gabriel Jesus marcaram.

E OS ARTILHEIROS?

Lionel Messi e Cristiano Ronaldo disputaram as dez últimas artilharias da Liga dos Campeões. Nesta rodada, porém, ambos passaram em branco. Voltando de lesão, o craque argentino estreou na temporada no empate, em 0 a 0, contra o Borussia Dortmund. O português, por sua vez, não marcou contra o Atlético de Madrid, tradicional vítima, apesar de quase fazer um golaço nos minutos finais. A Juventus empatou, em 2 a 2, com o Atleti.

PÊNALTIS DECISIVOS

Marco Reus não estreou na competição. Ídolo do Borussia Dortmund, o craque alemão parou nas mãos de Ter Stegen e desperdiçou o pênalti que poderia ter encaminhado a vitória sobre o Barcelona. Na derrota para o Valencia, o Chelsea teve a chance do empate. Barkley se impôs e venceu a "disputa" com William para ser o cobrador. O inglês, porém, isolou a cobrança.

DERROTA MERENGUE OU VITÓRIA PARISIENSE?

Destaque da última janela de transferências e colecionador de eliminações na Champions, o PSG venceu o Real Madrid, maior vencedor da competição, com uma vitória categórica. Com show de Di Maria, autor de dois gols, os parisienses foram superiores aos Merengues, mesmo sem Neymar, Mbappé e Cavani. O triunfo, por 3 a 0, foi um dos destaques da rodada.

ESTREIA OFUSCADA

Os grandes espanhóis não tiveram boa estreia. O Real Madrid foi derrotado pelo PSG sem dar nenhum chute na direção do gol de Keylor Navas. O Atlético de Madrid começou bem, mas teve que buscar, no sufoco, o empate com a Juventus, por 2 a 2. O Barcelona fez um jogo apático contra o Dortmund e deixou evidente problemas ofensivos.

CAMPEÃO DERROTADO E GOLEADAS

Atual campeão, o Liverpool foi derrotado pelo Napoli, fora de casa, por 2 a 0. Carlo Ancelotti continua como uma pedra no sapato de Jurgen Klopp. Mertens e Llorente marcaram os gols da vitória napolitana. Esse pode ser considerado um "placar magro" na rodada. Dos 16 jogos, dez tiveram, pelo menos, três gols marcados.