Notícia

Após goleada, Ricardo Gomes pede reforço experiente no ataque

Ataque titular contra o Rio Branco-VN foi formado pelos jovens Luís Henrique e Ribamar, de apenas 17 e 18 anos respectivamente

A goleada de 7 a 0 aplicada pelo Botafogo em cima do Rio Branco de Venda Nova durante o jogo-treino da tarde desta quarta-feira foi elástica, mas evidentemente não serviu para cravar que o ataque do Glorioso não precisa de reforços. O capixaba Luís Henrique e Ribamar, de 17 e 18 anos, respectivamente, marcaram, mas não são encarados pelo treinador Ricardo Gomes como os atletas que terão a responsabilidade de comandar o setor ofensivo do Fogão.

O técnico Ricardo Gomes durante o treino do Botafogo no Hotel Fazenda China Park, em Domingos Martins
O técnico Ricardo Gomes durante o treino do Botafogo no Hotel Fazenda China Park, em Domingos Martins
Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Para o comandante alvinegro, o atacante que está sendo negociado com o clube e deverá ser anunciado brevemente, fará este papel de chamar a responsabilidade para si. Sem revelar nomes, Gomes garantiu que o atleta vem do exterior.

"Começar o Campeonato Carioca com dois garotos de 17 e 18 anos no ataque realmente não dá para um clube como o Botafogo. A gente não pode queimar as etapas destes meninos agora, botando um peso desse em cima destes meninos, porque pode dar certo, mas também pode não dar, então você queima todo um trabalho que foi feito com eles neste tempo todo da base".

Sobre as impressões do time após o três tempos de jogo-treino, Ricardo disse ter gostado das movimentações e comportamentos dos atletas. Ele mudou o time durante as três etapas.

"Estamos começando a montar time, mas os indícios são bons. Claro que os 7 a 0 não refletem muita coisa porque os adversários tiveram dois dias de treinos e estão em outra categoria. Eles se esforçaram muito. Acredito que o jogo-treino cumpriu com o objetivo que é a liberdade que você dá ao jogador. Porque nos treinos você orienta o tempo todo e aqui pudemos ver eles colocarem em prática".

A mudança na lateral-direita, com Diego assumindo a vaga de Luís Ricardo e este último indo para o meio de campo, foi avaliada como positiva pelo treinador. 

"O lado direito do campo com o Diego e o Luís Ricardo, sendo o Luís atuando na meia ao invés da lateral, tem rendido bastante porque os dois já têm um bom entrosamento de antes. Gostei do meio também e da nossa frente".

Desportiva

Sobre o próximo compromisso do Botafogo, o amistoso diante da Desportiva, no sábado, às 19 horas, no estádio Kleber Andrade, Ricardo garante que o grau de dificuldade será superior ao de ontem.

"Hoje foi um jogo-treino. Sábado é amistoso, diante de uma equipe que já vem treinando há muito tempo para a temporada dela. O plano é ir bem contra eles, porque depois do amistoso teremos pouco tempo para o início do Carioca".

O atacante Neilton, que está se recuperando de uma lesão na posterior da coxa esquerda está fora do amistoso deste sábado e provavelmente não estreia no Carioca diante do Bangu, no dia 30 deste mês.

Confira onde comprar ingressos para a partida, como será o esquema de transporte para o dia do amistoso e as ruas que serão interditadas.

Curta a página do GazetaEsportes no Facebook e siga nosso perfil no Twitter

Ver comentários