Notícia

Manifestantes 'oferecem' garrafas de cachaça a jogadores do Cruzeiro

O capixaba Pedro Rocha está entre os atletas que foram alvo do protesto dos torcedores

Uma cena inusitada marcou a tarde desta quarta-feira (11) na Toca da Raposa II, centro de treinamentos do Cruzeiro. Em um novo ato de protestos de torcedores, um grupo colocou 11 garrafas de cachaça na entrada do CT cruzeirense. 

Torcedores deixaram garrafas de cachaça para jogadores do Cruzeiro
Torcedores deixaram garrafas de cachaça para jogadores do Cruzeiro
Foto: Reprodução/Instagram

As garrafas foram “oferecidas” a oito atletas do time: Thiago Neves, Edilson, Egídio, Robinho, Henrique, o capixaba Pedro Rocha, Ariel Cabral e Jadson. Uma faixa também foi exposta com os seguintes dizeres:  

Thiago Neves, Edilson, Egídio, Robinho, Henrique, Pedro Rocha, Ariel Cabral e Jadson some (sic) do Cruzeiro junto com essa diretoria que está levando o time do Cruzeiro para as páginas policiais. Prêmio para vocês: 11 garrafas de cachaça
Faixa de protesto

Gritos e palavras de ordem também foram entoados contra a diretoria celeste e reforçaram o apoio ao técnico Rogério Ceni. O presidente Wagner Pires de Sá publicou um vídeo pedindo apoio aos torcedores e atacou os conselheiros que, na sua visão, estão tentando enfraquecer e destruir o Cruzeiro. 

 

Os torcedores também deixaram faixas com dizeres ofensivos aos jogadores
Os torcedores também deixaram faixas com dizeres ofensivos aos jogadores
Foto: Reprodução/Instagram

Ver comentários