Notícia

Paulinho Pimentel quer buscar título inédito e descarta aposentadoria

Aos 37 anos, atacante veterano ainda traça planos para o Capixabão do ano que vem em busca do título que ainda não conquistou

Um dos maiores artilheiros que o futebol capixaba produziu na última década, Paulinho Pimentel, com 37 anos, é também um dos jogadores mais experientes ainda em atividade no "esporte bretão" do Estado. Para ele, a palavra aposentadoria nem se quer passa pela cabeça. Pelo contrário, o atacante ainda traça planos para o Capixabão do ano que vem.

Paulinho Pimentel busca seu primeiro título no Campeonato Capixaba
Paulinho Pimentel busca seu primeiro título no Campeonato Capixaba
Foto: Guilherme Ferrari

Tricampeão da Copa Espírito Santo em 2006, 2008 e 2009 (Vilavelhense, Desportiva e Vitória), artilheiro do Capixabão 2009 e 2012 (por Desportiva e Conilon) e vice-artilheiro em outros tantos estaduais, o veterano mesmo sem ainda ter fechado com um clube, quer conquistar em 2016 o que ainda lhe falta no futebol capixaba: o título estadual.

"O que me falta mesmo é um Capixabão. Bati na trave em 2012 jogando pelo Conilon contra o Aracruz. E em 2014 defendendo o Linhares contra o Estrela. Espero que ano que vem eu consiga conquistá-lo", almeja o matador, que teria recebido propostas de dois clubes, um o próprio Linhares, equipe que defendeu nas duas últimas edições do Campeonato Capixaba.

"Ainda não sei em qual time vou jogar, não tem nada certo ainda. Tive proposta de dois clubes, mas ainda estou analisando. Moro em Jaguaré e minha preferência é jogar mais próximo de casa", disse.

Descoberto no futebol amador pelo antigo Linhares Esporte Clube, em 2002, o "Rooney Capixaba" disputará seu nono estadual em 2016. Além de vários clubes capixabas, o atacante teve ainda passagens rápidas por Vasco e Avaí, e ainda jogou por dois anos no futebol turco, pelo Denizlispor.

Curta a página do

 

GazetaEsportes no Facebook

 

e siga nosso perfil no

 

Twitter

Ver comentários