Notícia

Ferrugem desabafa sobre arbitragem: "Acabou com os nossos sonhos"

Árbitro Diego Pombo marcou um pênalti contra o Alvianil, que decretou a derrota para o Ituano e a eliminação da Série D

Ituano x Vitória, pela Série D, em Itu (SP)
Ituano x Vitória, pela Série D, em Itu (SP)
Foto: Miguel Schincariol/ Ituano FC

O Vitória se despediu da Série D com uma derrota na noite deste sábado para o Ituano, por 2 a 1, no estádio Novelli Júnior, em Itu. Perder faz parte do jogo, mas da forma que aconteceu foi um golpe duro para o time capixaba.

No segundo tempo da partida de volta das oitavas de final, quando o placar marcava 1 a 1, o árbitro Diego Pombo anotou um pênalti contra o Vitória. No lance, o lateral Cássio estava fora da área quando a bola bateu no seu braço direito. Apesar dos protestos dos jogadores alvianis, o Pombo manteve a sua decisão. E, na cobrança, o jogador Claudinho fez o segundo gol do time paulista, que assegurou a classificação para as quartas de final.

O zagueiro e capitão Ferrugem desabafou após a partida e lamentou a marcação do árbitro. Para o líder do elenco alvianil, o Diego Pombo foi um adversário a mais para a sua equipe na partida.

- Tivemos essa noção (que a bola bateu no braço do Cássio fora da área) e falamos muito com o árbitro para não marcar. Mas, infelizmente, o nosso adversário não era só o Ituano, mas também o árbitro, que com muita incompetência marcou um pênalti que não foi. Isso acabou com os nossos sonhos e um trabalho bonito que estávamos fazendo - declarou Ferrugem.

Mesmo eliminado, o Vitória segue com o calendário cheio para o segundo semestre. Primeiro o Alvianil inicia a disputa da Copa Verde, onde enfrenta o Brasiliense, no primeiro mata-mata - dias 24 e 31 de julho. Na sequência, a partir de 11 de agosto, o time de Bento Ferreira encara a Copa Espírito Santo, onde vai defender o título. A estreia no torneio será contra o Tupy.

Ver comentários