Notícia

Calderano lidera lista de convocados do Brasil para o Pan de Lima-2019

Seleções masculina e feminina buscam a hegemonia nas Américas em agosto, no Peru<br>

A comissão técnica da Seleção Brasileira de tênis de mesa divulgou nesta segunda-feira os seis integrantes das equipes que vão disputar os Jogos Pan-Americanos, a partir do dia 4 de agosto, em Lima, no Peru. O Brasil busca a hegemonia nas Américas na modalidade, possibilidade real se considerarmos os resultados internacionais nos últimos anos.

A Seleção masculina, campeã do Pan em Toronto, vai buscar o bicampeonato com Hugo Calderano (8° do ranking mundial e melhor atleta das Américas na lista), Gustavo Tsuboi (35°) e Eric Jouti (60°). O time feminino, vice-campeão em Toronto, será formado desta vez por Bruna Takahashi (62ª do ranking), Jessica Yamada (144ª) e Caroline Kumahara (286ª). Os técnicos serão Jean René Mounie, Francisco Arado, o Paco (ambos da masculina), e Hugo Hoyama (feminina).

– Estamos indo para Lima com a melhor equipe que podemos contar. Foi uma competição dura até o fim, o que gerou uma disputa sadia entre os atletas – comenta Lincon Yasuda, coordenador de Seleções Olímpicas da CBTM e chefe de equipe no Pan.

Além das medalhas por equipes, o Brasil vai buscar a repetição do grande número de conquistas individuais no Pan. Em Toronto, o país conquistou cinco medalhas na disputa individual: ouro com Hugo Calderano, pratas para Lin Gui e Gustavo Tsuboi, e bronzes para Thiago Monteiro e Caroline Kumahara. O campeão individual carimba o passaporte para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

– Essa é uma equipe que mescla idades, mas com muita experiência. Bruna e Carol já disputaram Jogos Olímpicos, a Jessica participou de vários Mundiais. Vamos com uma equipe forte, com capacidade de brigar por medalhas. Nosso objetivo em Toronto era chegar nas finais, algo que nunca havíamos conseguido. Agora, sabemos que temos condições de disputar o ouro. Vai ser duro, difícil, mas confio nelas – diz o técnico Hugo Hoyama, apontando Estados Unidos, Canadá e Porto Rico como principais adversárias das meninas.

– A escolha do time masculino foi muito difícil pois temos vários jogadores em um alto nível, a concorrência foi muito dura e isso beneficia a Seleção Brasileira. Temos um time muito competitivo e vamos para os Jogos Pan-Americanos com o objetivo de vencer – conta Francisco Arado, o Paco, confiante com sua equipe.

A apresentação dos atletas acontece no dia 23 de julho, em São Caetano do Sul. Eles permanecem treinando na cidade do ABC Paulista até o dia 30 de julho, seguindo no dia seguinte para a capital peruana.