Notícia

Brasil larga bem no rúgbi, vôlei e tênis de mesa no Parapan de Lima

País estreou nos esportes coletivos em Lima com dois triunfos nesta sexta-feira. Primeiras medalhas da delegação verde e amarela devem sair neste sábado, com os mesa-tenistas 

O Brasil estreou em duas modalidades coletivas com vitórias nos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru. O destaque desta sexta-feira foi o triunfo da Seleção de rúgbi em cadeira de rodas, que busca subir um degrau em relação à edição passada, sobre a Colômbia, por 48 a 41.

Com 20 tries do Júlio Rocha, o time se vingou de uma derrota dura de Toronto-2015. Na ocasião, os colombianos tiraram os brasileiros do pódio ao levarem a melhor por 50 a 48, na disputa pelo terceiro lugar. Neste sábado, o desafio é contra Canadá, às 14h (de Brasília).

Os canadenses são os atuais campeões parapan-americanos, mas vêm de campanha irregular no Mundial do ano passado, na Austrália, quando terminaram na quinta colocação. O Brasil não se classificou para a competição.

No vôlei sentado, a equipe verde e amarela, atual campeã dos Jogos, bateu o Peru por 3 a 0, com parciais de 25-19, 25-18 e 25-18. A Seleção voltam à quadra hoje, às 14h, contra a Costa Rica.

O tênis de mesa pode garantir medalhas nesta sexta-feira, a partir das 12h. Há 11 atletas nas quartas de final, 12 semifinalistas e um finalista nas disputas.

Nesta sexta-feira, o catarinense Conrado Contessi (classe 1) bateu o argentino Guillermo Bustamante por 3 a 1. O brasiliense Aloísio Júnior (1) aplicou 3 a 0 no americano Michael Godfrey. A mineira Marliane Santos (2-3) venceu a americana Pamela Fontaine. Já Carla Maia (2-3), do Distrito Federal, garantiu uma vitória suada contra a argentina Verônica Blanco, por 3 sets a 2. O cearense Francisco Melo (8) bateu o argentino Pablo Krotsch pelo mesmo placar.

O sábado terá ainda as estreias de atletismo, futebol de 5, futebol de 7, judô, basquete em cadeira de rodas, tênis em cadeira de rodas e tiro esportivo.

* O repórter viaja a convite do Comitê Paralímpico Brasileiro