Notícia

Brasil ganha outro e prata no Mundial de paracanoagem

Luís Cardoso é ouro e Caio Ribeiro prata no Mundial de Szeged, na Hungria, nesta quinta-feira; Dupla garante vaga para o Brasil em Tóquio 2020

Os brasileiros Luís Cardoso e Caio Ribeiro subiram ao pódio no Mundial de paracanoagem e canoagem, nesta quinta-feira. Em Szeged, na Hungria, Luís Cardoso foi ouro na categoria VL2 masculino 200m e Caio Ribeiro conquistou a prata do VL3 masculino 200m. Os dois, além de Debora Raiza - quarta colocada do VL2 feminino 200m - confirmaram vagas para o Brasil em Tóquio-2020.

Luís Cardoso foi campeão no VL2 200m cravando 51s60 na final, à frente do português Norberto Mourão, com 52s82, e do polonês Jakub Tokarz, terceiro colocado com 53s21. O brasileiro volta à raia húngara, nesta sexta-feira, para a final do KL1 200m.

Caio Ribeiro, por sua vez, ficou com a prata no VL3 200m com 47s52, apenas um décimo de segundo atrás do australiano Curtis McGrath, vencedor da prova. O britânico Stuart Wood, com 48s42, chegou na terceira posição.

BRASILEIROS AVANÇAM NA HUNGRIA

A dupla Erlon Souza e Isaquias Queiroz foi a mais rápida da segunda bateria do C2 Masculino 1000 metros, com o tempo de 3m29s32. Os atletas estão classificados para a semifinal que irá acontecer nesta sexta-feira, às 12h30 (de Brasília). Os oito primeiros na final da prova garantem vagam em Tóquio-2020.

No mesmo dia, às 05h26 (de Brasília), Isaquias disputa as eliminatórias do C1 Masculino 1000 metros. Às 6h15, Mara Santilli disputa vaga na final do KL3 feminino 200m. Ela marcou 51s25 em sua bateria de semifinal.