Notícia

Atleta paralímpico morre dias após conseguir vaga no Rio-2016

Joseano Felipe havia conquistado o ouro na Copa do Mundo de Halterofilismo, garantido vaga para as Paralimpíadas de 2016

O paratleta brasileiro Joseano Felipe, 42 anos, morreu nesta quinta-feira (28), na cidade de Natal (RN), vítima de um infarto. Há cerca de uma semana, o halterofilista havia conquistado a medalha de ouro durante a etapa da Copa do Mundo de Halterofilismo no Rio de Janeiro, garantido vaga na zona de classificação para as Paralimpíadas de 2016. As informações são do jornal Correio 24 Horas, de Natal.

Joseano Felipe, paratleta que defenderia o Brasil no Rio-2016, morreu de infarto
Joseano Felipe, paratleta que defenderia o Brasil no Rio-2016, morreu de infarto
Foto: Divulgação

Joseano era integrante do Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Em 2000, após ser baleado na coluna durante uma rebelião na Penitenciária de Alcaçuz, na Grande Natal, ele se tornou cadeirante e entrou em depressão.

O esporte entrou na vida do ex-policial como uma forma de terapia. Já na sua primeira competição, em 2005, foi medalha de prata e passou a figurar entre os melhores do país. Ao longo da sua carreira, Joseano conquistou o título de campeão das Américas e o ouro no Parapan de Toronto, na categoria até 107kg.

Em sua página oficial no Facebook, o Comitê Paralímpico Brasileiro lamentou a morte do paratleta. "Lamentamos profundamente e desejamos a toda a sua família muita força e conforto", diz a nota. O corpo de Joseano será sepultado na sexta-feira (29), às 11h, no Cemitério Parque da Passagem.

Ver comentários