Notícia

Gol, força para Pato e zoeira com Dani Alves: o jogo 100 de Arboleda

Zagueiro equatoriano recebeu camisa comemorativa antes do jogo contra o Avaí e acabou marcando o gol da vitória. 'Finalmente acertou um cruzamento', brincou com Daniel Alves

Arboleda deixou o Morumbi sorridente após a vitória por 1 a 0 sobre o Avaí, nesse domingo. Em seu centésimo jogo pelo São Paulo, o zagueiro equatoriano marcou o gol da vitória e ajudou a equipe de Fernando Diniz a não tomar gols - é a melhor defesa do Brasileirão com apenas 17 gols sofridos em 27 jogos.

- Estou muito feliz, muito contente, pelo gol, pelos três pontos, por estar dentro do G4. A gente ainda tem muito trabalho pela frente, o time vai melhorar. O trabalho do treinador está sendo bem feito - disse o defensor, que chegou ao clube em 2017, vindo da Universidad Católica de Quito.

> TABELA
Clique aqui e veja a classificação e o simulador do Brasileiro

Arboleda não se sente muito confortável diante das câmeras, mas a quantidade de repórteres querendo ouvi-lo após a partida era tão grande que ele foi convencido a parar na zona mista. E arrancou risos de todos ao contar, em tom de brincadeira, como "agradeceu" a Daniel Alves pela cobrança de escanteio que resultou em seu gol de cabeça.

- Eu falei para ele: "finalmente acertou um cruzamento" (risos).

Quem também recebeu atenção do zagueiro durante a comemoração foi Alexandre Pato. O atacante havia desperdiçado uma chance sem goleiro minutos antes.

- Fui mesmo (dar força ao Pato). Somos muito parceiros e amigos aqui. Nós nos cobramos da melhor maneira. O Pato é um craque, um jogador muito importante para a gente aqui no São Paulo. Tem dia ruim, hoje ele não conseguiu fazer o gol, mas acho que na partida seguinte, com o mesmo trabalho no dia a dia, ele vai acertar o gol e vamos comemorar do mesmo jeito

Arboleda marcou seis gols ao longo desses 100 jogos pelo São Paulo - ele também deixou sua marca no primeiro, uma derrota por 3 a 2 para o Santos, em 2017. Sempre cotado para deixar o clube, diz que ainda falta uma taça para a satisfação ser completa.

- É muito especial, né? Eu sempre trabalho para isso, para conseguir grandes coisas. Está faltando um título. Tenho certeza que vai chegar, cedo ou tarde, mas vai chegar. O São Paulo é um time muito grande, representa muito para mim.