Notícia

Coordenador da base da Seleção, Branco vê desafios no Mundial Sub-17, mas destaca: 'Geração é boa'

Ex-lateral crê que grupo com Canadá, Nova Zelândia e Angola é traiçoeiro e admite que responsabilidade da Seleção Sub-17 é maior por ser anfitriã: 'Daremos todo o suporte'

O caminho da Seleção Brasileira Sub-17 no Mundial da categoria começou a ser traçado na última quinta-feira. O sorteio realizado na sede da Fifa, em Zurique (SUI), confirmou que os canarinhos terão pela como adversários do Grupo A as seleções do Canadá, Nova Zelândia e Angola. Atual coordenador da base da Seleção, Branco reconheceu que o Brasil encarará alguns desafios:

– É a primeira vez que o Mundial é disputado aqui. Isto dá uma pressão maior, de jogar diante de sua torcida. Mas estamos passando para eles (os jogadores) esta responsabilidade.

Em seguida, o tetracampeão opinou sobre os futuros adversários:

– Nosso grupo é fácil na teoria. Mas não podemos cair em armadilhas. Sabemos que qualquer adversário será complicado, em especial em um torneio deste porte.

Aos seus olhos, a Seleção Sub-17 terá amplas condições de se preparar para a disputa da competição:

– Daremos todo o suporte possível para o Guilherme Dalla Dea. Confiamos no trabalho dele, é um treinador de muita qualidade e que vem mostrando muita força em sua trajetória nas categorias de base.

Branco mostrou otimismo com a atual geração do sub-17. E deixou um alerta:

– É uma geração muito boa. Um grupo coeso, e isto é mais importante. Não se ganha competição com individualidades, mas com a união.

GRUPOS E CIDADES-SEDE CONFIRMADOS

O sorteio realizado na última quinta-feira definiu qual será o caminho dos 24 participantes no torneio, que ocorrerá entre 26 de outubro e 17 de novembro. Distribuídas em seis grupos, as seleções disputarão as partidas em quatro estádios diferentes: o Bezerrão, em Gama (DF), o Olímpico e a Serrinha, em Goiânia, além do Kleber Andrade, em Cariacica (ES).

O sorteio também contou com a presença de Sonny Anderson, revelação da edição de 1987 e que, mais tarde, foi destaque de clubes como Monaco, Lyon e PSG.

GRUPO A - Brasil, Canadá, Nova Zelândia e Angola

GRUPO B - Nigéria, Hungria, Equador e Austrália

GRUPO C - Coreia do Sul, Haiti, França e Chile

GRUPO D - Estados Unidos, Senegal, Japão e Holanda

GRUPO E - Espanha, Argentina, Tajiquistão e Camarões

GRUPO F - Ilhas Salomão, Itália, Paraguai e México

O Brasil estreia contra o Canadá, no dia 26 de julho, no Estádio Bezerrão. No mesmo estádio, encara Nova Zelândia no dia 29. Já em 1º de novembro, enfrenta Angola, no Estádio Olímpico.

A preparação brasileira inclui dois amistosos contra o Paraguai já nos dias 23 e 26 de julho.