Notícia

Ana Maria recebe Nossa Senhora da Penha em crochê de artesã capixaba

Marlene começou a fazer crochê quando enfrentou um câncer de mama, em 2015

Foto: Reprodução/Instagram

A apresentadora Ana Maria Braga, de 68 anos, agradeceu à artesã capixaba Marlene Lopes Gama da Silva por uma boneca que representa Nossa Senhora da Penha, feita de crochê, que ganhou nesta segunda-feira (13). Ela mostrou a arte ao vivo no 'Mais Você', da TV Globo, e também postou uma foto nas redes sociais.

Na publicação, a atriz Susana Vieira, de 75 anos, comentou: "coisinha linda!". Veja a postagem:

 

 

 

Nossa Senhora da Penha em crochê  Presente da artesã Marlene e da Secretaria de Cultura de Viana, no Espírito Santo. Obrigada! 

Uma publicação compartilhada por Ana Maria Braga (@anamaria16) em

SUPERAÇÃO

Assim como Ana Maria Braga, a artesã Marlene Lopes Gama da Silva, de 56 anos, que mora em Viana, superou um câncer de mama. Era 2015 quando a capixaba passou por uma cirurgia e encontrou no crochê uma forma de terapia. Ela conta que quando estava entretida fazendo roupas, imagens e acessórios ela ficava bem. 

Segundo Marlene, ela começou a aprender a fazer crochê aos 10 anos, mas foi há cerca de dois anos que ela focou nessa arte. A artesã detalha que não sentiu nenhum efeito negativo do tratamento para câncer enquanto se dedicou ao artesanato. "Eu não pensava que eu tinha que ir e voltar da radioterapia, nem fiquei enjoada e nem me deixei abater. Deus foi muito generoso comigo", comemora. 

Hoje, Marlene vive do crochê. Ela conta que ela e o marido estão desempregados, e tudo o que ela arrecada com as vendas é para sustentar a família. "Uma imagem dessas fica na faixa de R$ 50 (sem frete), e se eu ficar só fazendo isso consigo confeccionar até duas por dia", frisa. 

Foto: Reprodução/TV Globo

A capixaba lembra que enviou a boneca à apresentadora junto de uma carta na qual contou a própria história de superação com o câncer. "Eu nem sei se ela recebeu, e nem sabia se ela ia receber a boneca. Só fui saber que ela tinha agradecido depois, pois estava na rua tirando uns documentos e de repente umas amigas enviaram fotos da imagem no 'Mais Você", conclui. 

Marlene já recebeu encomendas de outros estados, e acredita que ter a arte divulgada em um programa nacional serve para valorizar todos os artesãos do Espírito Santo. "Eu quero que apareçam todos os talentos. Com certeza tem muita gente boa que ainda não é conhecida", finaliza. 

Ver comentários