Notícia

Capixaba registra -4ºC e água congelada em aventura no Pico da Bandeira

O fotógrafo e mergulhador profissional Vitor Barbosa subiu o Pico da Bandeira no último domingo (15), com o amigo também fotógrafo Paulo Silva

As imagens foram registradas no alto do Pico da Bandeira
As imagens foram registradas no alto do Pico da Bandeira
Foto: Vitor Barbosa

Um dos pontos turísticos do Espírito Santo, o Pico da Bandeira, localizado na região do Caparaó, possui paisagens naturais incríveis de tirar o fôlego — principalmente no inverno, quando o frio fica mais rigoroso. O fotógrafo capixaba e mergulhador profissional Vitor Barbosa, de 46 anos, encarou o frio de -4ºC para registrar fotos impressionantes das belas paisagens da região. As imagens vão fazer parte do livro 'Biodiversidade Capixaba - Uma incursão ao Espírito Santo Selvagem', que será lançado no final deste ano.

Em entrevista ao Gazeta Online, Vitor — que é fotógrafo há oito anos — contou que subiu o Pico da Bandeira no último domingo (15), com o amigo fotógrafo Paulo Silva. Os dois e o fotógrafo Fabrício Costa fazem parte do coletivo 'Expedicionários - Fotografia e Natureza', que tem como objetivo registrar a biodiversidade e as riquezas naturais do Espírito Santo. "Nessa expedição ao Pico da Bandeira fomos em dois com a missão de captar belas imagens para o livro", contou o fotógrafo.

Vitor registrou imagens impressionantes no alto do Pico da Bandeira
Vitor registrou imagens impressionantes no alto do Pico da Bandeira
Foto: Vitor Barbosa

De acordo com o fotógrafo, essa foi a primeira vez que visitou o ponto turístico. "Fomos preparados para o frio, em uma subida bem difícil e cansativa, mas o visual lá em cima vale qualquer esforço".

Eles subiram a região no início da madrugada de domingo para captar imagens durante a noite e o amanhecer. Os fotógrafos pretendem voltar ao local para captar novas imagens. "Vamos em breve voltar lá para uma nova incursão. Têm umas cachoeiras bonitas na região que precisam ser mostradas de todos os ângulos", disse Vitor.

Encarar o frio de -4ºC com bolsas de equipamentos, além de objetos pessoais, não é para qualquer um. "Dei um mal jeito na coluna logo na subida, mas não desistimos", acrescenta. O frio era tanto, que o drone, segundo o fotógrafo, quase congelou. "Mas consegui decolar e fazer algumas fotos. Equipamento de fotografia também é bem difícil usar, onde precisamos tirar as luvas para ajustar a máquina, as baterias descarregam muito rápido por causa da temperatura baixa", finalizou.

CONFIRA AS IMAGENS:

 

VÍDEOS:

LIVRO

Os amigos Vitor, Paulo e Fabrício estão produzindo o livro "Biodiversidade Capixaba - Uma incursão ao Espírito Santo Selvagem" desde 2014 com o objetivo de retratar de forma inédita a riqueza da fauna, flora e paisagens naturais do Estado.

"Temos usado tecnologias inovadoras, captando imagens com qualidade incrível de animais furtivos, alguns até sem fotos de qualidade existentes no estado. Buscando evidenciar a diversidade teremos fotos aéreas, sub aquáticas e com uso de nossos estúdios de selva, uma forma inédita no Estado e pouco conhecida no Brasil para captar imagens de animais furtivos na natureza".

Segundo Vitor, o livro deve ser lançado no final deste ano. "Estamos atrás de recursos para a publicação, o livro já está praticamente pronto", finalizou.

Ver comentários