Notícia

Após morcego com vírus da raiva, prefeitura vacina animais em Vitória

A raiva é uma doença grave e letal em quase 100% dos casos e pode ser transmitida pela saliva de animais infectados, por meio de mordedura, arranhadura e lambedura

Gato é vacinado contra a raiva em Vitória
Gato é vacinado contra a raiva em Vitória
Foto: Marcelo Prest/Arquivo

O Centro de Vigilância em Saúde Ambiental (CVSA) da Prefeitura de Vitória vai vacinar animais domésticos nos bairros Santa Martha e Itararé nesta quarta-feira (9), das 8h às 13h, após um morcego ter sido recolhido com o vírus da raiva. A ação preventiva tem caráter de bloqueio geográfico do vírus, de acordo com a Prefeitura.

O animal infectado foi encontrado em uma casa no bairro Santa Martha pela responsável pela residência. Ele estava na boca do cão da moradora. A Prefeitura afirma que não houve contato humano com o morcego raivoso.

O bloqueio vacinal antirrábico será realizado com vacinação casa a casa por equipes a pé (duplas ou trios), compostas por agentes de combate a endemias uniformizados, com material próprio para vacinação e condicionamento do imunobiológico.

"A ação de bloqueio de vacinação de cães e gatos é uma medida preventiva para reforçar a imunidade dos animais de companhia, considerando a confirmação da circulação do vírus da raiva naquela região", afirmou o diretor do CVSA, Manoel Coutinho Pimentel Junior.

Orientações

O CVSA dá algumas orientações caso algum morador encontre um morcego: "Caso encontre algum morcego vivo ou morto em situação anormal, como caído no chão, pendurado em janelas, cortinas, em cima da cama, à luz do dia ou que adentre a residência, não toque no animal e ligue imediatamente para o 156, solicitando o recolhimento. Se possível, capture o animal sem tocá-lo, utilizando panos, caixas de papel e baldes ou mantendo-o preso em ambiente fechado até que a equipe do CVSA realize o recolhimento", orientou o diretor.

Vacinação

A vacinação de cães e gatos contra a raiva é a principal medida de prevenção contra a raiva e deve ser feita todo ano. A vacina é gratuita e está disponível no Centro de Vigilância em Saúde Ambiental (CVSA), na rua São Sebastião, s/º, Resistência. Mais informações pelo telefone 3324-5864.

Ver comentários