Notícia

Crime em escola de Goiânia foi inspirado em Columbine e Realengo

Segundo a polícia, adolescente de 14 anos premeditou o ataque no Colégio Goyases para 'se vingar' de colega que o 'amolava muito'

Colégio Goyases, em Goiás, após ataque a tiros
Colégio Goyases, em Goiás, após ataque a tiros
Foto: Reprodução

O adolescente de 14 anos autor dos disparos que mataram dois colegas e feriram outros quatro no Colégio Goyases, em Goiânia, premeditou o crime e se inspirou nos Massacres de Columbine, nos Estados Unidos, e Realengo, no Rio de Janeiro.

"Ele me disse que se inspirou em duas tragédias: Columbine e Realengo. E pensava em se vingar há aproximadamente dois meses", informou o delegado Luiz Gonzaga, da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais, unidade para onde o garoto foi levado.

O Massacre de Columbine aconteceu em 20 de abril de 1999 na Columbine High School, em Columbine, no Estado do Colorado, e deixou 12 alunos e um professor mortos. Os autores do crime, os estudantes Eric Harris, de 18 anos, e Dylan Klebold, de 17, cometeram suicídio. Já o caso de Realengo, na zona oeste do Rio, ocorreu em 7 de abril de 2011 e resultou na morte de 12 alunos na Escola Municipal Tasso da Silveira. O responsável pelo crime, Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, também se matou.

O primeiro atingido em Goiânia foi o desafeto do garoto, mas o delegado não informou qual das vítimas era. Segundo o relato do garoto à polícia, depois de acertar o primeiro aluno, ele perdeu o controle e sentiu vontade de matar mais.

Ver comentários