Notícia

Vitória terá velocidade de 30 km/h dentro dos bairros

Bairro de Lourdes é o primeiro a receber redução de velocidade, mas em regime de teste

Os motoristas vão ter que pisar no freio para dirigir dentro do Bairro de Lourdes, em Vitória. A partir da semana que vem, a velocidade máxima permitida para os veículos será de 30 km/h. As ruas no interior do bairro já estão sendo sinalizadas e são as primeiras a receber o projeto Zona de Velocidade Segura de Vitória, também conhecida como “Zona 30”, que será testado por seis meses na localidade.

Discutido pela Prefeitura de Vitória desde o início de 2014, o projeto é inspirado em experiências bem sucedidas em outras cidades e países. A escolha do Bairro de Lourdes como pioneiro se deve à grande população de idosos, mais frágil ao se envolver em acidentes de trânsito. “É nossa responsabilidade cuidar da segurança dos moradores. Queremos tornar o trânsito mais humano e conscientizar os motoristas”, comentou o subsecretário de Trânsito de Vitória, Leonil Dias da Silva.

Só de ver a sinalização, o pedreiro Walmir Cunha, 30, se sente mais seguro. Ele conta que o filho quase foi vítima de um atropelamento por excesso de velocidade de um carro. “É muito bom ter um limite estabelecido, quem é pai fica mais despreocupado. A gente sabe que algumas crianças atravessam a rua sem olhar, principalmente na porta das escolas. Mas se o carro está devagar, a chance de um acidente acontecer é bem menor”, destacou.

As sinalizações ainda estão sendo instaladas, mas para alguns moradores, só elas não serão capazes de educar os motoristas. “As pessoas não respeitam a velocidade aqui no bairro, os carros passam voando. Se não houver fiscalização e campanhas de conscientização, os motoristas podem não cumprir a lei”, opinou a microempresária Betina Rodrigues, 43 anos.

Outros bairros

Pelo menos nos próximos seis meses, o bairro de Lourdes será o único a abrigar a “Zona 30”. Após este período, a prefeitura deve implementar o projeto em outros bairros. “Acreditamos que será um projeto de sucesso, um exemplo para outros bairros. Se os resultados forem positivos, pretendemos abranger toda a capital”, concluiu.

Ver comentários