Notícia

Ciclista catarinense percorre litoral brasileiro para conhecer projetos sociais de capoeira

Professor de capoeira Cid Dias está em Vitória e participa nesta quinta (12) de um aulão na capital

Mestre Beiçola e o Capoeirista Sid Dias
Mestre Beiçola e o Capoeirista Sid Dias
Foto: Sullivan Silva

Para conhecer projetos sociais de capoeira pelo Brasil, o capoeirista e professor Sid Dias está percorrendo o litoral brasileiro de bicicleta. Ele saiu de Florianópolis no dia 12 de fevereiro e está há 90 dias na estrada. Seu objetivo é passar por Amapá até fevereiro do ano que vem .

“Minha viagem é para conhecer as escolas, os mestres e dali poder fazer uma cartografia, dar visibilidade aos trabalhos dos mestres para fazer um livro”, afirma Sid.

Apaixonado pelos cantos, o professor busca conhecer as expressões culturais regionais da capoeira. Ele chegou em Vitória no domingo, e nesta quinta (13), às 19 h, participa de um aulão na quadra poliesportiva do bairro Jabour, próximo ao Aeroporto.

O capoeirista já conheceu inúmeros projetos, e conta que muitos mestres apresentam um novo caminho para os jovens. “Entre muitos projetos por onde passei, percebi que os mestres valorizam o trabalho deles, fazendo trabalhos sociais de tirar essa molecada da rua mostrando outros valores. Então o grande papel do mestre e do professor é dar o caminho, ele vai mostrar que você pode ser um artista, um ator, um músico. A capoeira abre as portas”, disse.

Durante seu percurso, Sid compartilha suas experiências com pessoas que conheceu registrando em fotos e textos em seu blog.

Uma dessas pessoas, é o mestre de capoeira e artesão, Aldecir Beiçola - que mora em Vitória - que o acolheu em sua residência. “Eu tenho uma amiga lá em Florianópolis, que também é amiga dele, que me falou dessa viagem, então fomos mantendo contato por redes sociais, e quando ele chegou me procurou na Praça dos Namorados, onde vendo artesanato e berimbau”, explicou o mestre.

Confira mais um pouco sobre o capoeirista

Ver comentários