Notícia

Jovem é detido ao entregar marmita para policiais do BME

Policiais pediram marmitas na hora do almoço. Só não contaram que o entregador fosse um jovem que tinha um mandado de prisão em aberto

Com algumas marmitas nas mãos e muita cara de pau um entregador de 19 anos desafiou os policiais do Batalhão de Missões Especiais (BME) na tarde desta quarta-feira (29). Isso porque, o jovem tinha um mandado de prisão expedido pela Justiça e mesmo assim foi fazer a entrega aos policiais. No local, ele foi reconhecido e acabou preso.

De acordo com Tenente Anthony, chefe da comunicação do BME, todas as tardes os policiais costumam pedir marmitas. Hoje não foi diferente e por volta das 12h30 eles ligaram para uma empresa que presta esse tipo de serviço. O entregador era Daniel Rodrigues Alves, de 19 anos.

“Assim que ele chegou na portaria, o policial responsável por tomar conta do pátio do quartel já reconheceu o acusado. Ele falou: "Eu já prendi você. Qual o seu nome completo?”. O suspeito respondeu e o policial pediu que ele entrasse”, explicou.

Depois, o policial pediu que Daniel aguardasse um pouco e foi checar o nome informado por ele no Centro Integrado de Operação e Defesa Social (Ciodes). O sistema informou que Daniel estava com mandado prisão em aberto por tráfico de drogas e desacato. O policial foi até ele e deu voz de prisão. Ele não reagiu.

Antony contou que foi a primeira vez que um procurado pela polícia foi até o Batalhão, espontaneamente, para vender algo.

“É a primeira vez que vejo algo semelhante. Chega a ser cômico. Difícil entender porque ele foi entregar marmita no quartel. Provavelmente acreditou que ninguém o reconheceria, ou que não haveria recursos para essa investigação imediata, ou até mesmo foi para zombar de nós mesmo. Mas se deu mal”.

Daniel foi levado ao Centro de Triagem de Viana.

Ver comentários