Notícia

Morador transforma pontos de lixo em jardins cheios de cores

Servidor público conta com ajuda de amigos para pintar e plantar no bairro Santa Marta

Onde antes era um ponto viciado de lixo, agora cores e plantas dão uma nova cara ao lugar. Tudo isso graças ao trabalho voluntário do servidor público Manoel Correia Filho, o Niel, de 40 anos. Desde abril deste ano, ele conta com a ajuda de pessoas da comunidade de Santa Marta, na Grande Maruípe, na iniciativa que pretende eliminar os pontos viciados de lixo que há no bairro.

Ele revela que a ideia começou após uma matéria sobre lixo que viu na TV Gazeta. “A gente tinha oito pontos viciados aqui no bairro. Com esse trabalho eliminamos cinco deles. Alguns estavam ali há 20 anos e a população não parava de jogar lixo”, revela o funcionário público.

A ideia do projeto – chamado “Sentir-se bem” – é simples. Niel junta pneus, tintas e plantas, tudo isso com a ajuda de amigos da própria comunidade que fazem as doações. Depois ele mesmo põe a mão na massa: pinta os pneus, os muros e planta as mudas para enfeitar os locais.

“Em um dos lugares coloquei um banco porque lá é muito frequentado por idosos que ficavam sem ter onde sentar”, relata o idealizador da iniciativa.

O objetivo, claro, é despertar mais consciência nas pessoas em relação ao local onde elas colocam seu lixo. “A população tem que entender que o lixo deve ficar embalado e pendurado em um local seguro, ou numa lixeira para que a coleta passe e recolha. Não pode jogar lixo na rua”, ensina.

A iniciativa de Niel, segundo ele, também está sendo expandida para outros bairros. Ele conta que a ideia já está sendo implantada em São Pedro e já há moradores que querem implantá-la em outros municípios da Grande Vitória.

Mais bairros

Comemorando o fato de ter conseguido reduzir os pontos de lixo em Santa Marta, Niel conta que tem novas perspectivas para o projeto.

O senhor quer expandir o projeto?

Sim. Já há em São Pedro e também recebi o contato de moradores do Morro do Quadro. Meu desejo é que se expanda mesmo para que as pessoas tomem consciência e não joguem mais lixo na rua.

E o que as pessoas acham da iniciativa?

Muita gente me ajuda. Algo curioso foi que uma pessoa me procurou para saber quanto eu cobraria para fazer dentro da sua casa. Disse que não era nada e que ela só precisava arrumar o material.

Qual o objetivo do senhor?

Quero mesmo é acabar com os pontos viciados para que Vitória seja uma cidade melhor.

Ver comentários