Notícia

Por dentro do avião cargueiro que faz a rota Miami a Vitória

O Boeing 767-300ER é um avião de cargas que pousa em Vitória uma vez por semana

Com 186 toneladas, 51,9 metros de envergadura e 61,3 metros de comprimento, um Boeing 767-300ER é o maior avião, atualmente, a operar no Aeroporto Internacional de Vitória.

(Use o mouse para girar, mover e interagir com o modelo 3D)

Se você já se perguntou o porquê de o aeroporto Eurico de Aguiar Salles ser chamado de internacional, aqui está a resposta: o aeródromo de Vitória não possui, ainda, nenhum voo de passageiros para qualquer lugar fora do país, mas recebe essa linha cargueira que vem diretamente de Miami, EUA, por meio da Tam Cargo. 

Ou seja, o aeroporto tem a capacidade de receber voos grandes como esse, mesmo com a atual pista sendo um pouco mais curta que as de outros aeroportos.

A equipe do Gazeta Online conversou com o comandante Reinaldo Conti, que faz parte da equipe responsável por esse voo. Confira a entrevista:

A aeronave faz o trajeto desde 2001 e leva cerca de 8 horas para completá-lo. A rota é realizada uma vez por semana, mas costumava ocorrer duas vezes por semana antes da situação atual da economia brasileira. A expectativa é de que esse fluxo retorne daqui a alguns meses. 

Vitória é um destino vantajoso para esse voo, pois o tempo que ele leva para chegar à capital capixaba é exatamente o tempo que o seu combustível aguenta. Vitória, portanto, torna-se um importante ponto de descarga e abastecimento para a aeronave. 

O comandante Luiz Henrique Veneziani Tagliari guiou a equipe do Gazeta Online em um tour na parte interna da aeronave e comentou sobre a rotina da tripulação. Veja o que ele mostrou:

O Boeing sai de Miami com o seu peso máximo: aproximadamente 186 toneladas, sendo 54 toneladas de combustível, 53 toneladas de cargas e 79 toneladas da estrutura do avião. Comparando o peso da carga que ele transporta, seria como se estivesse carregando cerca de 500 passageiros.

O peso é distribuído de forma que o avião mantenha-se equilibrado para o voo. Para isso, o carregamento e descarregamento ocorrem de trás para frente, mantendo, assim, o peso mais concentrado na parte central da aeronave, próximo das asas.

Esse processo de carregar e descarregar, de acordo com os pilotos, leva em torno de 1 hora e 10 minutos, variando conforme a quantidade de carga e eficiência da equipe de handling, que são os responsáveis por essa atividade.

As cargas são comportadas em três compartimentos diferentes: o Main Deck, Lower Deck e Forward Deck. O primeiro compartimento é o maior de todos e comporta cargas de grande porte, enquanto os outros dois são menores e se localizam na parte inferior do avião.

Tripulação de um cargueiro

A equipe é composta por dois pilotos, que são acompanhados por outros dois copilotos. Dessa forma, as duplas realizam revezamentos a cada três horas de viagem. Os que saem do comando podem se acomodar na cabine de repouso oferecida pelo avião, mas também podem ficar no cockpit (cabine de comando) como observadores.

De acordo com os comandantes, a maior parte da carga que chega em Vitória é composta por aparelhos eletrônicos e outros itens de tecnologia. Mas a aeronave já transportou para outros destinos carga perecível e até mesmo carga viva, como cavalos de raça. 

Maior avião que pousa em vitória é, também, a única linha internacional
Maior avião que pousa em vitória é, também, a única linha internacional
Foto: Sullivan Silva

Ver comentários