Notícia

Companhia aérea é condenada a indenizar passageiro que perdeu almoço de natal

Empresa vai ter que pagar R$ 4 mil para passageiro

Indenização
Indenização
Foto: Divulgação

Uma empresa de linhas aéreas foi condenada a indenizar em R$ 4 mil um passageiro que perdeu o almoço de natal em família por conta de atraso em voo. O acordão foi votado à unanimidade e publicado no Diário da Justiça do Espírito Santo desta quinta-feira (13).

Voltando de Miami, na Flórida, no dia 24 de dezembro de 2010, o passageiro fez um escala no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, de onde, na manhã do dia 25, embarcaria com destino a Vitória, com chegada prevista para pouco depois do meio dia, mais precisamente às 12h35.

No entanto, por conta de uma falha nos serviços prestados pela empresa, os passageiros com os bilhetes de viagem para o Espírito Santo, só conseguiram chegar ao Estado depois das 18h00 do dia 25, com cerca de seis horas de atraso.

Em defesa apresentada enquanto o processo ainda tramitava em primeiro grau, na 1ª Vara Cível de Vitória, a empresa disse que o atraso aconteceu por conta das péssimas condições meteorológicas no dia que fatos aconteceram. Porém, de acordo com os autos, a companhia não teria conseguido provar a versão apresentada em Juízo.

Para o desembargador relator, Ewerton Schwab Pinto Júnior, “embora a apelante sustente a tese de excludente de responsabilidade por problemas meteorológicos, nada restou demonstrado neste sentido”, disse o magistrado.

Ver comentários