Notícia

Bandidos invadem apresentação de TCC e roubam aluna em sala da Ufes

Os assaltantes levaram dois notebooks, um da estudante e outra da própria Ufes; um projetor; os celulares das duas vítimas; dinheiro e documentos

Aluna foi surpreendida por bandidos armados quando apresentava TCC em sala de aula no Cemuni IV
Aluna foi surpreendida por bandidos armados quando apresentava TCC em sala de aula no Cemuni IV
Foto: Carlos Alberto Silva

Uma universitária do curso de Desenho Industrial da Ufes, de 24 anos, e uma ex-aluna, 28, foram rendidas dentro de uma sala de aula da universidade e assaltadas por dois bandidos, na manhã desta sexta-feira (10), em Goiabeiras, Vitória.

A jovem estava no local para apresentar o trabalho de conclusão de curso (TCC), por volta das 9h50, no prédio da Cemuni IV, próximo ao teatro.

Pouco antes dos criminosos chegarem, estavam na sala o professor orientador do projeto, a universitária e a ex-aluna, que participaria da banca examinadora.

“O prédio estava vazio porque todo mundo já está de férias. Hoje seria o último dia de apresentação de TCC. Meu professor orientador saiu da sala para resolver algumas questões do meu trabalho e nesse momento eles chegaram”, afirmou a vítima.

Os bandidos entraram na sala e as vítimas imaginaram que os dois seriam ouvintes. Ou seja, estavam ali para acompanhar a apresentação, algo comum no caso dos TCCs.

Segundo a aluna, os dois estavam com um semblante sério e começaram a demonstrar a intenção que tinham no momento em que um deles encostou a porta.

O comparsa sacou uma pistola da cintura, anunciou o assalto, mandou que as duas ficassem quietas, não reagissem e passassem todos os pertences.

Na sala, tinham dois notebooks, sendo um da universidade e o outro da aluna, os celulares e bolsas das vítimas.

Elas ficaram reféns dos criminosos por cerca de cinco minutos. Um deles pegou a chave da sala, que estava em cima da mesa, e trancou a porta durante a ação.

Antes de irem embora, eles disseram que se as vítimas gritassem no momento que eles saíssem, voltariam imediatamente para matá-las.

Os criminosos saíram da sala, trancaram a porta pelo lado de fora e foram embora. A universitária e a ex-aluna esperaram cerca de cinco minutos, até que pediram ajuda e conseguiram sair do local.

Elas comunicaram o assalto á segurança da Ufes, mas nenhum suspeito foi localizado no campus. As vítimas foram até a Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP), onde registraram um boletim de ocorrência

UFES

Em nota, a Ufes informa que, após a Gerência de Segurança e Logística da Ufes ser acionada, os seguranças terceirizados da universidade perseguiram os suspeitos, mas eles saíram do campus antes que pudessem ser alcançados. A partir daí, a Polícia Militar foi acionada. 

A universidade diz que além de vigilantes armados próprios e terceirizados, o campus de Goiabeiras conta com um sistema de 415 câmeras que funcionam por 24 horas. Por questões de segurança, a Gerência de Segurança não expõe o quantitativo de seguranças que atuam na Universidade. Em caso de movimentação suspeita, vigilantes que rondam o campus são acionados. Caso seja necessário, é solicitado o reforço das polícias Militar e Civil. 

As imagens foram capturadas e serão disponibilizadas à polícia. 

A Gerência de Segurança da Ufes informa, ainda, que qualquer caso de roubo ou de ameaça à segurança deve ser comunicado por meio do telefone 4009-2727, que funciona 24 horas.

Ver comentários