Notícia

Carga de carreta pesava 11 toneladas a mais que o permitido, diz PRF

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a rocha pesava 41 toneladas, sendo que a legislação prevê que a carga deve pesar até 30 toneladas

Pistas ficaram totalmente bloqueadas após o acidente na BR 101, em Guarapari
Pistas ficaram totalmente bloqueadas após o acidente na BR 101, em Guarapari
Foto: Bernardo Coutinho

A rocha carregada pela carreta envolvida no acidente na BR 101, em Guarapari, na manhã desta quinta-feira (22), pesava 11 toneladas a mais do que o permitido por lei. Segundo o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Wylis Lyra, o peso máximo é de 30 toneladas.

Inicialmente, a PRF chegou a noticiar que não havia nenhuma irregularidade com a carga. No entanto, após ser retirada do local do acidente e pesada no posto da PRF, foi identificado que a pedra pesava 41 toneladas.

A PRF informou que a multa para excesso de peso é uma infração média e começa em R$ 130,16. A cada 200 kg de excesso são somados R$ 88,38 na multa. No caso da carreta envolvida no acidente, a empresa responsável pelo veículo poderá arcar com uma multa de cerca de R$ 5 mil. 

A PRF informou que a carreta tinha como destino a cidade de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado. No entanto, não há informações sobre a cidade de origem da carga nem sobre o itinerário percorrido pelo motorista. Também não se sabe se a carreta foi pesada ao longo do trajeto. 

Ver comentários