Notícia

Eco101 se compromete a retomar obras na BR 101 até outubro

Diretor-geral da ANTT diz à reportagem que serão reiniciadas as obras de duplicação. Nenhum quilômetro foi duplicado em quatro anos de contrato

O grupo Ecorodovias e sua subsidiária capixaba Eco101 aceitaram retomar até o mês que vem as obras paralisadas da BR 101 no Estado
O grupo Ecorodovias e sua subsidiária capixaba Eco101 aceitaram retomar até o mês que vem as obras paralisadas da BR 101 no Estado
Foto: Edson Chagas

Em compromisso selado nesta quinta-feira (14) em Brasília com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), o grupo Ecorodovias e sua subsidiária capixaba Eco101 aceitaram retomar, até o mês que vem, as obras paralisadas da BR 101 no Estado previstas originalmente para serem entregues em 2017 e 2018. A informação é do deputado federal Lelo Coimbra (PMDB-ES), que conversou há pouco com o diretor-geral da agência reguladora federal, Jorge Bastos.

Em breve contato com a reportagem, Bastos disse agora que as obras a serem retomadas são de duplicação: "São obras de duplicação", garantiu o dirigente, que seguiu para uma série de reuniões após antecipar a volta das férias por causa do acidente que vitimou 11 pessoas na BR 101 no Estado. 

A concessionária havia desmobilizado os canteiros enquanto o contrato de concessão não fosse repactuado. Segundo Lelo, Bastos virá a Vitória na próxima segunda-feira detalhar as decisões tomadas pela agência de forma a dar continuidade ao contrato e iniciar as obras de duplicação da rodovia federal.

A contraproposta da concessionária enviada à ANTT na última segunda-feira ainda está sendo analisada. Decisões serão tomadas ouvindo autoridades locais e mediante audiências públicas no Estado.

"Na prática, as obras previstas para 2017 e 2018 serão retomadas até outubro deste ano. A empresa e a ANTT vão iniciar conversas e procedimentos dentro do escopo central do contrato, que é a duplicação da BR 101", afirma Lelo.

A reunião com a cúpula do grupo Ecorodovias, que controla o consórcio da 101, ocorreu um dia depois de o presidente Michel Temer e o governador Paulo Hartung cobrarem soluções.

A ANTT divulgou nota reiterando compromisso prioritário em duplicar a rodovia e esclarecendo que a revisão do contrato terá de obedecer as premissas já assinadas em 2013. A empresa vem descumprindo prazos e sofreu até ação civil pública por não ter duplicado nenhum trecho em quatro anos de administração da pista.

NOTA DA ANTT SOBRE CONCESSÃO DA BR 101

Após reunião na manhã desta quinta-feira (14/9), da diretoria da ANTT com representantes da ECO 101, a Agência informa que ficou definida a reaceleração dos investimentos previstos no contrato de concessão, de modo que sejam recuperadas as obras previstas nos anos de 2017 e 2018.

Concomitantemente a essas providências, a Agência prosseguirá com a análise da proposta reapresentada recentemente pela concessionária para revisão quinquenal, respeitando as premissas estabelecidas no contrato.

Além disso, a ANTT já autorizou o início da implantação de duas balanças móveis de pesagem veicular no trecho concedido. O mais rápido possível, os técnicos da Agência, da PRF e da concessionária irão a campo para definir o local mais adequado para instalação dos equipamentos.

A Agência reforça que trata a concessão da BR 101/ES com prioridade e que concentra esforços para apresentar as melhores soluções para o trecho concedido, com foco na segurança da via.

 

Ver comentários