Notícia

Rodosol propõe colocar 'barreiras de vidro' em toda a Terceira Ponte

Segundo o diretor-geral da ARSP, Julio Castiglioni, o investimento está estimado em R$ 16 milhões, mas esse valor ainda não foi definido

Foto: Bernardo Coutinho

A Agência de Regulação de Serviços Públicos (Arsp) anunciou nesta segunda-feira (04) uma medida apresentada pela Rodosol como uma possível solução para aumentar a segurança na Terceira Ponte e preservar as vidas. A proposta consiste em colocar uma estrutura de vidro em toda a extensão da ponte, assim, o guarda-corpo atual, que tem 1,20 metros passaria a ter 2,10 metros.

De acordo com o diretor-geral da Arsp, Julio Castiglioni, a proposta foi apresentada pela concessionária na última sexta-feira e foi aprovada pela Arsp.

A partir de agora a Rodosol está autorizada pela Arsp a realizar um projeto de engenharia que contemple detalhes da tecnologia a ser empregada, os custos inerentes a esta tecnologia bem como o cronograma de implantação da obra. O projeto deverá ser entregue à Arsp até o dia 12 de outubro e será analisado pela equipe técnica da Agência.

Projeto para colocar barreiras na vidro na Terceira Ponte
Projeto para colocar barreiras na vidro na Terceira Ponte
Foto: Infografia | Genildo

Além de preencher requisitos de segurança a escolha por vidro levou em conta a preservação da vista do Convento da Penha. Até o dia 12 de outubro a Rodosol realizará testes de adequação técnica, para saber, por exemplo, se a estrutura será resistente à força do vento.

Custos

O investimento está estimado em R$ 16 milhões, mas esse valor ainda não foi definido. O diretor-geral assegura que levando em consideração a Lei de Concessões a obra, que não estava prevista no contrato original, pode ser paga de duas formas.

“Por meio de aumento na tarifa ou, eventualmente, o aumento do prazo de concessão. Mas em hipótese alguma isso tem sido objeto de decisão da agência, ao menos por hora”, ressalta o diretor.

Outra possibilidade é que, a partir do julgamento das ações que tramitam na Justiça desde 1997, haja o entendimento de que a Rodosol tem um débito com o Estado e, dessa forma, os custos da intervenção seriam pagos de acordo com esse valor devido.

Quando houver uma decisão da Justiça, e se for constatado que a Rodosol deve ao Estado, o valor da obra será abatido deste valor.

Entenda

Proposta

Solução - A proposta apresentada pela Rodosol como alternativa de segurança para a Terceira Ponte consiste em aumentar o guarda-corpo utilizando uma estrutura de vidro. Atualmente o guarda-corpo tem 1,20 metros e passaria a ter 2,10.

Projeto executivo

Outubro - A Rodosol tem até o dia 12 de outubro para entregar a Arsp o projeto executivo, que deve ter detalhes da tecnologia a ser empregada, os custos inerentes a esta tecnologia e o cronograma de implantação da obra.

Custos

A definir - O investimento está estimado em R$ 16 milhões, mas esse valor ainda não foi definido. As despesas poderão ser pagas por meio de aumento na tarifa, aumento do prazo de concessão ou por meio de um crédito em favor dos usuários.

 

 

Ver comentários