Notícia

Distância entre as escolas públicas e particulares ainda é grande

Mais de 130 pontos separam as primeiras colocadas

Alunos do colégio Leonardo da Vinci, em Vitória
Alunos do colégio Leonardo da Vinci, em Vitória
Foto: Bernardo Coutinho

Em uma ponta, estudantes de escolas privadas e federais. Na outra, os de escolas públicas e, ao centro, uma série de obstáculos – como a renda e o nível de envolvimento familiar – que continuam alimentando a desigualdade entre dois lados. O problema é evidenciado pelo desempenho dos alunos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016: entre as 100 escolas com as maiores médias na prova, apenas uma é pública e encontra-se na 98ª posição.

Trata-se da escola Teófilo Paulino, de Domingos Martins. Primeira colocada entre as públicas do Estado, ela ocupa a posição 4.683 no ranking nacional, que engloba estudantes de 24.361 instituições. Um número distante do 66º lugar alcançado pelo Leonardo da Vinci, cujo desempenho no Enem é o maior entre as privadas do Espírito Santo.

O levantamento das médias gerais foi feito pela empresa Evolucional com base em microdados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

544,73 média geral

Nota da prova do Enem da escola Teófilo Paulino, melhor colocada entre as pública

Diretora do Teófilo Paulino, Delfina Schneider Stein destaca o comprometimento dos professores e dos alunos, que se organizam para montar grupos de estudo e outras atividades para além da sala de aula, como o principal componente de destaque da escola. No entanto, ela reconhece os problemas da rede pública. “Nós estamos de portas abertas e lidamos com uma diversidade de alunos de todos os níveis. Não existe seleção como nas privadas e federais.”

O mesmo explica o Secretário estadual de Educação, Haroldo Rocha. Ele acrescenta que a prova no Enem não possui metodologia para analisar a qualidade das instituições – o que é feito pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) – e que a quantidade de estudantes que fazem o exame em cada escola influencia na nota geral (quanto mais diversificados, menor é a média).

“Na rede pública, lutamos para que todos estejam na escola. Mas para muitos jovens o acesso ao conhecimento, aos livros, à cultura é mais restrito do que para estudantes com renda alta.”

A doutora em Educação Maria Riziane Costa Prates, pontua que olhar para a realidade dos jovens que fazem o Enem, incluindo suas relações com a escola e expectativas de vida é fundamental. “Alunos incentivados pela família sobre a importância da educação tendem a se esforçar mais e isso se reflete nos resultados das provas.”

Outro ponto são as políticas públicas de financiamento e formação de professores. “Algumas escolas privadas contam com recursos e formação conectados às lógicas dessas avaliações em larga escala”, diz Riziane.

Leia também

Com exceção da Professor Renato José da Costa Pacheco, da Arnulpho Mattos e da Escola Viva de São Pedro, de Vitória, e da Godofredo Schneider, de Vila Velha, as demais públicas entre as melhores do Enem 2016 estão no interior, em cidades como Domingos Martins e Santa Maria de Jetibá.

“No interior, os professores têm um tempo menor de deslocamento de uma escola a outra, o que ajuda a qualificar o trabalho. Na Capital, o professor normalmente trabalha três horários, com tempo grande de deslocamento. Por isso a defesa da formação continuada no horário de trabalho dos professores”, defende Riziane.

O ranking das particulares no ES

1. Leonardo da Vinci - Vitória (66º no ranking nacional)

2. Sagrado Coração de Maria - Vitória (82º no ranking nacional)

3. Sociedade Cultural Monteiro Lobato - Vitória (87º no ranking nacional)

4. Escola São Domingos - Vitória - (102º no ranking nacional)

5. Escola Crescer - Vitória - (104º no ranking nacional)

6. Centro Educacional Charles Darwin - Vitória - (242º no ranking nacional)

7. Colégio Marista Nossa Senhora da Penha - Vila Velha - (271º no ranking nacional)

8. Colégio Salesiano Jardim Camburi - Vitória - (312º no ranking nacional)

9. Centro Educacional Primeiro Mundo - Vitória - (374º no ranking nacional)

10. Centro Educacional Darwin Grande Vitória - Serra - (478º no ranking nacional)

As 10 melhores escolas públicas no ES

1. Teófilo Paulino - Domingos Martins - (4.610º no ranking nacional)

2. Professor Renato José da Costa Pacheco - Vitória - (4.683º no ranking nacional)

3.- Escola Viva de São Pedro - (4.827º no ranking nacional)

4. Victório Bravim - Marechal Floriano - (4.872º no ranking nacional)

5. Professor Herman Berger - Santa Maria de Jetibá - (5.025º no ranking nacional)

6. Gisela Salloker Fayet - Domingos Martins - (5.111º no ranking nacional)

7. Fazenda Emílio Schroeder - Santa Maria de Jetibá - (5.149º no ranking nacional)

8. Conde de Linhares - Colatina - (5.624º no ranking nacional)

9. Arnulpho Mattos - Vitória - (5.673º no ranking nacional)

10. Godofredo Schneider - Vila Velha - (5.896º no ranking nacional)

As 10 piores escolas públicas do ES

1. Pacotuba - Cachoeiro de Itapemirim - (24.231º no ranking nacional)

2. José Carlos Castro - Conceição da Barra - (24.147º no ranking nacional)

3. Getúlio Pimentel Loureiro - Serra - (23.947º no ranking nacional)

4. Irma Tereza Altoé - Jaguaré - (23.941º no ranking nacional)

5. Inah Werneck - Cachoeiro de Itapemirim - (23.889º no ranking nacional)

6. Francisco Nascimento - Serra - (23.778º no ranking nacional)

7. Professora Ascendina Feitosa - Barra de São Francisco - (23.745º no ranking nacional)

8. Santíssima Trindade - (23.739º no ranking nacional)

9. Aristides Freire - Colatina - (23.431º no ranking nacional)

10. Américo Silvares - São Mateus - (23.231º no ranking nacional)

Ifes de Vitória é o melhor do país

Giovani dos Anjos, Priscila Campos Fantin e Matheus Machado, alunos do Ifes: melhor unidade do país
Giovani dos Anjos, Priscila Campos Fantin e Matheus Machado, alunos do Ifes: melhor unidade do país
Foto: Carlos Alberto Silva

Um ranking com as médias alcançadas por todas as escolas do Brasil no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) revelou que o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) de Vitória é o melhor instituto federal do país. Além disso, entre os dez melhores institutos do Brasil, cinco são unidades do Espírito Santo: Ifes de Cariacica (em 3º lugar); de Cachoeiro de Itapemirim (em 5º); de Aracruz (em 6º) e de Colatina (em 7º).

 

 

O diretor de ensino do Ifes Vitória, Márcio Có, diz que a escola coleciona boas colocações ao longo dos anos. “Essa colocação é resultado de um trabalho sério, de uma proposta pedagógica que é um exemplo a ser seguido no país”.

 

 

Márcio destacou ainda que esse resultado representa o esforço dos professores, servidores e alunos. Além disso, afirmou que o diferencial está na contextualização dos conteúdos aprendidos em sala de aula. “A instituição oferece uma possibilidade de ampliar as atividades”, afirmou.

 

 

satisfação

Os alunos da instituição dizem que saber que a escola onde estudam teve um desempenho de destaque no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é motivo de orgulho.

“É uma grande satisfação. A gente consegue ver o resultado de tudo o que a gente passa aqui durante o ano, o resultado do nosso esforço e do trabalho dos professores”, disse Giovani dos Anjos Fontoura, 18 anos, aluno do Ifes.

Para Priscila Campos Fantin, que estuda na instituição há quatro anos, a estrutura oferecida é fundamental para o sucesso dos alunos. “Temos à disposição uma biblioteca enorme, com um acervo muito bom, isso ajuda muito”, afirma.

Priscila ressalta ainda que esse reconhecimento mostra que o trabalho realizado na instituição é de muita qualidade. “É uma vitória para a gente. É uma forma de reconhecer o trabalho, mostra que estamos seguindo o caminho certo”, acrescentou.

Matheus Machado e Silva, 18 anos, confirmou que o diferencial é a prática. “O principal é que temos a oportunidade de praticar”, destaca.

Os 10 melhores Ifes do país

Posição - Escola - Nota

1- Ifes - Campus Vitória - Vitória - Nota:652,58

2 - IFRJ - Campus de Volta Redonda - Volta Redonda - Nota: 648,78

3 - Ifes - Campus Cariacica - Cariacica - Nota: 646,19

4- IFRJ - Campus Rio de Janeiro - Rio de Janeiro-  Nota: 644,14

5 - Ifes - Campus Cachoeiro de Itapemirim - Cachoeiro de Itapemirim- Nota: 639,95

6 - Ifes - Campus Aracruz - Aracruz- Nota: 637,43

7- Ifes - Campus Colatina - Colatina - Nota: 631,32

8 - IFSP - Campus São Paulo - São Paulo - Nota: 630,65

9- IFSP - Campus Bragança Paulista - Bragança Paulista - Nota: 630,05

10 - IFTM - Campus Avançado Uberaba -  Uberaba - Nota: 630,00

 

 

Ver comentários