Notícia

Estoque de sangue no hemocentro do Espírito Santo é crítico

Diretora do Hemoes faz apelo: "Peço que as pessoas incluam a doação de sangue nas metas que fazem para 2018. Precisamos pensar mais no próximo"

Foto: Fernando Madeira

O estoque de sangue no Hemocentro do Espírito Santo (Hemoes) é menor que a metade do esperado para este período de fim de ano. A informação mais do que preocupante é da diretora técnica do Hemos, a médica Rachel Lacourt Costa. 

Rachel explicou que, apesar da procura por doação ser menor nesta época principalmente por se tratar de um período de férias, a demanda é grande. “É um período que costuma ter muito acidentes, principalmente nas estradas. Estar com o nível mais baixo no estoque complica a nossa situação”, comentou.

A meta mensal do Hemoes é ter 100 doadores por dia. Mas, segundo Rachel, a média gira em torno 60 a 70 pessoas, mas cai bruscamente no fim do ano: o hemocentro não está conseguindo atingir sequer 35 doadores por dia.

Leia também

“Neste ano, o período em que tivemos o maior número de doadores foi em junho, quando aconteceu o acidente em Guarapari. A população respondeu muito bem às campanhas, recebemos muitas doações”, disse.

A DOAÇÃO

Há uma quantidade padrão de sangue a ser retirado de cada doador. Cada pessoa pode doar 450ml. Os homens podem doar a cada dois meses e as mulheres, a cada três meses.

A diretora do Hemocentro faz um apelo a quem já é ou gostaria de ser doador: “Essa é uma época do ano que mexe mais com a gente. Peço que as pessoas incluam a doação de sangue nas metas que fazem para 2018. Precisamos pensar mais no próximo”, disse.

Para ser um doador, basta ter entre 16 e 59 anos, ter mais de 50kg e estar com a saúde em dia. O doador ainda passa por uma triagem, que determina alguns prazos de segurança para a realização do procedimento. No caso dos doadores de 16 a 18 anos, é necessário que o responsável legal assine o termo de consentimento para doação.

Ver comentários