Notícia

Comércio tem prejuízo estimado de R$ 15 milhões por causa da chuva

Segundo a Fecomércio, o excesso de chuvas prejudicou o deslocamento de funcionários e, com isso, muitas lojas não conseguiram funcionar normalmente

Avenida Cezar Hilal completamente alagada em Vitória
Avenida Cezar Hilal completamente alagada em Vitória
Foto: Vitor Jubini

Os impactos da chuva intensa que atinge a Grande Vitória desde a madrugada deste sábado (18) também afetam o comércio capixaba. Com o grande volume de chuva e muitas ruas completamente alagadas, a Federação do Comércio de Bens, Serviços, e Turismo do Estado do Espírito Santo (Fecomércio-ES) estima uma grande redução no movimento das lojas, gerando a perda de faturamento de R$ 15 milhões, em média, por dia no setor de comércio e serviços.

 

 

> Em 24 horas, chove cinco vezes mais do que o esperado em Vitória

A entidade ressalta ainda que, além da perda do faturamento causado pela queda na movimentação de pessoas, o excesso de chuvas prejudicou o deslocamento de funcionários e, com isso, muitas lojas não conseguiram funcionar normalmente. Além disso, muitos comerciantes tiveram suas lojas afetadas com inundações e perda de mercadorias. Dessa forma, os prejuízos causados podem ir além do estimado pelo faturamento.

> Militares do Exército resgatam pacientes em maternidade de Vila Velha

A Fecomércio se solidariza com a população e comerciantes capixabas neste momento.

Com informações da Fecomércio

Ver comentários