Notícia

Mãe de vítima de acidente na ponte diz que teve visão sobre tragédia

A cabeleireira Vilma Gonçalves, de 40 anos, mãe de Kelvin, contou que teve uma visão sobre a morte do filho antes mesmo do acidente acontecer

Vilma Gonçalves, mãe de Kelvin Gonçalves dos Santos, que teve a moto atingida na Terceira Ponte
Vilma Gonçalves, mãe de Kelvin Gonçalves dos Santos, que teve a moto atingida na Terceira Ponte
Foto: Bernardo Coutinho

"Falei que meu filho ia morrer, eu vi ele batendo em uma visão", relatou, aos prantos, a mãe de Kelvin dos Santos, de 23 anos, vítima do acidente que aconteceu na Terceira Ponte, durante a madrugada desta quarta-feira (22). A namorada de Kelvin, identificada pela mãe do rapaz como Brunielly Oliveira, de 17 anos, também morreu no acidente.

VEJA O VÍDEO DO ACIDENTE

A cabeleireira Vilma Gonçalves, de 40 anos, mãe de Kelvin, contou que teve uma visão sobre a morte do filho antes mesmo do acidente acontecer. Kelvin e a namorada, Brunielly, tinham saído da casa da cabeleireira por volta de 21h desta terça-feira (21) e teriam feito um passeio antes de iniciar a viagem de volta para a residência onde o casal morava, em Andre Carloni, Serra.

Falei que meu filho ia morrer, eu vi ele batendo em uma visão, tomei remédio e fui dormir. Eu vi ele como ele está na maca, morto. A minha vida acabou, não estou acreditando que o meu filho está morto, ele é meu único filho
Vilma Gonçalves, mãe de Kelvin

O CASO

Ivomar Rodrigues Gomes Junior, de 34 anos, dirigia o Audi A1. Ele prestou depoimento no DPJ de Vitória
Ivomar Rodrigues Gomes Junior, de 34 anos, dirigia o Audi A1. Ele prestou depoimento no DPJ de Vitória
Foto: Reprodução/TV Gazeta

O advogado Ivomar Rodrigues Gomes Junior, de 34 anos, e o estudante de Engenharia Oswaldo Venturini Neto, de 22 anos, dirigiam os carros envolvidos no acidente que matou um casal de jovens na Terceira Ponte, na madrugada desta quarta-feira (22). 

Após a batida, os dois foram levados a hospitais da Capital, mas já receberam alta. Em seguida, foram encaminhados pela polícia à Delegacia Regional de Vitória. 

> Casal que morreu na Terceira Ponte havia reatado há cerca de um mês

PERÍCIA

Peritos da Polícia Civil afirmaram que vão analisar os módulos dos dois veículos em busca de informações como, por exemplo, a velocidade dos carros no momento da colisão. A Polícia Civil solicitou que a Rodosol não retire os carros do pátio da sede administrativa, porque precisa voltar ao local para dar continuidade à perícia.

> Mortes na 3ª Ponte: advogado e estudante de engenhariam dirigiam carros

Oswaldo Venturini Neto, de 22 anos, foi preso após o acidente
Oswaldo Venturini Neto, de 22 anos, foi preso após o acidente
Foto: Eduardo Dias

IMAGENS

A Assessoria da Rodosol afirmou que a Polícia Civil pegou imagens do sistema de videomonitoramento da ponte com a cena do acidente.

O ACIDENTE

A batida envolveu um Audi A1 e um Toyota Etios, além de uma moto. O casal que seguia na motocicleta morreu no local. Segundo a polícia, as vítimas têm aproximadamente 20 anos.

De acordo com um sargento do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, que estava na ocorrência, o Audi acertou a moto, o Etios veio depois e também atingiu o casal.

SUSPEITA DE RACHA

O casal foi encontrado cerca de 150 metros antes dos três veículos. A moto estava embaixo do Etios, mas a polícia não tem dúvidas que de o Audi também participou do acidente.

Segundo informações de um funcionário da Rodosol, a batida aconteceu por volta das 2h da madrugada. Ainda de acordo com o funcionário, os carros apostavam um racha quando acertaram o casal de moto.

Após a colisão, os motoristas dos carros foram levados a hospitais de Vitória. Um para o São Lucas e o outro para o Cias. O sargento informou à reportagem do Gazeta Online que os dois estavam sob escolta policial, porque se recusaram a fazer o teste do bafômetro. Como o acidente resultou em mortes, eles precisam ser apresentados à autoridade de plantão.

Após ir para o hospital, o condutor do Audi, o advogado Ivomar Rodrigues Gomes Junior, de 34 anos, foi levado para a Delegacia Regional de Vitória. O outro motorista, o estudante de Engenharia Oswaldo Venturini Neto, de 22 anos, depois de receber alta, também foi para a delegacia.

VÍTIMAS

Os jovens que estavam na moto foram identificados como Kelvin Gonçalves dos Santos, 23 anos, e a namorada, identificada pela mãe de Kelvin, Vilma Gonçalves, como Brunielly Oliveira, de 17 anos.

Os corpos foram levados para o Departamento Médico Legal (DML).

O QUE DIZ A RODOSOL

A RodoSol informa que o acidente envolvendo dois veículos e uma moto aconteceu na madrugada desta quarta, às 1h30, no vão central da Terceira Ponte, sentido Norte. Duas pessoas que estavam na moto foram a óbito no local.

A ponte ficou interditada no sentido Norte até às 6h20, para a retirada dos veículos e para o trabalho da Polícia Civil na liberação das vítimas. As imagens do acidente já foram fornecidas pela RodoSol à polícia, responsável pela apuração das causas do acidente.

TRÂNSITO

Os veículos envolvidos no acidente estavam sendo retirados da ponte por volta das 5h50. Por conta da operação, o trânsito ficou em sistema de pare e siga.

Quem vinha de Vila Velha seguia pela pista contrária e depois retornava para o sentido normal.

No sentido contrário, de Vitória para Vila Velha, apenas uma pista estava liberada. 

Às 6h26, a Terceira Ponte foi liberada nos dois sentidos, de acordo com a Rodosol. O trânsito está lento no local.

(Com informações de Eduardo Dias, Daniela Carla e Laila Magesk)

Ver comentários