Notícia

Por que Cariacica foi escolhida para projeto-piloto do governo federal

Dados referentes à renda da população, desenvolvimento econômico e social, bem como a localização geográfica, foram levados em consideração no processo de indicação dos municípios

Agentes da Força Nacional de Segurança, que podem reforçar o policiamento em Cariacica
Agentes da Força Nacional de Segurança, que podem reforçar o policiamento em Cariacica
Foto: Divulgação

Com número de homicídios elevado, Cariacica foi escolhido para desenvolver um projeto-piloto do governo federal na área de segurança. O município representa o Sudeste e se junta a mais quatro - Ananindeua (PA), São José dos Pinhais (PR), Paulista (PE) e Goiânia (GO) - das outras regiões do país que, entre outras ações, vão receber as tropas da Força Nacional dentro do Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta. 

Mas os indicadores observados pelo Ministério da Justiça e Segurança, que determinaram a escolha das cidades, não são apenas os da violência. Dados referentes à renda da população, desenvolvimento econômico e social, bem como a localização geográfica, foram levados em consideração no processo de indicação dos municípios. 

Leia também

De acordo com o prefeito de Cariacica, Geraldo Luzia de Oliveira Junior, o Juninho, depois da etapa de diagnóstico, agora o ministério está terminando o planejamento das ações que serão desenvolvidas. Em solenidade para apresentação do programa nesta quarta-feira (15), em Brasília, Juninho aproveitou para entregar ao ministro Sergio Moro projetos que a prefeitura também pretende implantar, como a Guarda Municipal. Até o final de junho, o prefeito espera que já tenha um posicionamento sobre o apoio do governo federal também para as demandas municipais.

Veja, abaixo, por que Cariacica foi escolhida para receber o projeto-piloto:

- Número de homicídios dolosos (com intenção) - 63, de janeiro a abril deste ano. 

- Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) - Com 0,718, o município ocupava o 19º lugar no Espírito Santo em 2017

 - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) - Na avaliação de 2017, na 4ª série/5º ano, a meta da rede municipal era 5,5, mas obteve nota 5,3. Já na 8ª série/9º ano, a meta era 4,9, mas alcançou apenas 3,8

- Renda per capita - R$ 1.447,90 (pouco mais de um salário mínimo, que este ano é de R$ 998)

- População estimada (2017): 387.368

Ver comentários