Notícia

Alemão, o cachorro que rouba a cena no Porto de Capuaba

Alemão é um animal vigoroso e forte, mas que, apesar do porte, logo demonstra o quanto é dócil, esperto e inteligente

Cachorro conhecido no Porto de Capuaba como "Alemão" está disponível à adoção
Cachorro conhecido no Porto de Capuaba como "Alemão" está disponível à adoção
Foto: Internauta

Alemão é um animal vigoroso e forte, mas que, apesar do porte, logo demonstra o quanto é dócil, esperto e inteligente, um cachorro agitado que sempre acaba em desvantagem nas brincadeiras com cães menores e aparece machucado no Porto de Capuaba, em Vila Velha, onde escolheu se abrigar há cerca de um ano e meio. Apesar de se sentir em casa, o cachorro precisa um lar seguro e cheio de carinho, por isso, está disponível para adoção.

> ES pode ficar este ano sem campanha de vacinação antirrábica

A realidade da região, para muitos cães, exige um refúgio. Já que se perdem, se assustam com fogos e, por vezes, são abandonados à própria sorte em um dos muitos bairros do entorno. Assim como outros animais, Alemão vive pelos terminais portuários, até porque a área é grande e difícil de ser controlada por completo pelos responsáveis. Mesmo indo e vindo pela redondeza, o cachorrinho quase albino, característica que motivou o nome escolhido pela Guarda Portuária, sempre volta para o Porto.

De acordo com a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), a política do Porto é de não alimentar os bichos, para evitar acúmulo de animais nos arredores, o que é perigoso até para os próprios cães devido à atividade do local e ao risco de atropelamento. Mas, no final das contas, Alemão recebe agrados e alimento dos trabalhadores. "Muitas pessoas cuidam e até recebem doações de remédios para verme, controle de pulga e carrapatos, rações. Muitos foram vacinados este ano e o custeio foi bancado por arrecadação feita entre os portuários em geral", informou a Companhia.

Apesar das amizades criadas no local e da evidente diversão que o cachorro tem por lá, como fica visível no vídeo publicado nas redes sociais do Porto de Vitória, Alemão não tem lugar apropriado para dormir e a área portuária não é lugar para animais. Por isso, simpatizantes da causa em favor do cãozinho sugerem, não sem pesar, que ele possa ser adotado.

"A Codesa já realizou ações de encaminhamento dos cães, especialmente para castração, vacinação e vermifugação visando adoção", completou a companhia.

Ver comentários