Notícia

Nave Soyuz faz pouso de emergência com dois astronautas a bordo

A astronave seguia para a Estação Espacial Internacional e apresentou falha no motor; a tripulação está em 'boas condições', segundo fontes russas

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa
Foto: divulgação

A nave espacial Soyuz MS-10, que decolou nesta quinta-feira, 11, com o astronauta russo Alexéi Ovchinin e o astronauta americano da Nasa Nick Hague a bordo, teve de regressar e fazer um pouso de emergência no Cazaquistão após falha no motor, informaram agências russas.

Os astronautas estão vivos, segundo as fontes, que informaram, ainda, que os meios aéreos se aproximam do local onde ocorreu o pouso de emergência. Quatro helicópteros Mi-8 decolaram de aeroportos cazaquistãos para buscar os astronautas, segundo fontes militares russas. A tripulação estaria em "boas condições, levando em conta as forças gravitacionais que tiveram de suportar".

O lançamento da nave foi um marco da missão 57-58 e ocorreu às 8h40 no horário local. Pouco depois, o propulsor começou a falhar e, por isso, a tripulação teve de voltar à Terra.

Estava previsto que a nave desse quatro volta ao redor do planeta para se acoplar, seis horas depois, na Estação Espacial Internacional. Horas depois da chegada, a previsão era que que os astronautas se unissem aos três membros que se encontram na estação.

Ver comentários