Notícia

Produtores jogam tomate no lixo após queda no preço da fruta

O preço da caixa, mantido a R$ 35 em média no ano passado, chegou a R$ 7

Produtores jogam tomate no lixo após queda no preço da fruta

Os produtores de tomate na localidade de Caxixe, em Venda Nova do Imigrante, na região Serrana do Estado, tiveram que jogar parte da produção no lixo nas últimas duas semanas, devido à grande queda no preço da fruta. O preço da caixa, mantido a R$ 35 em média no ano passado, chegou a R$ 7.



A queda de 80% no valor do tomate fez com que a venda do produto não custeasse nem o frete à Capital Vitória, um dos destinos da produção do empresário Zeonildo Peterle. “Isso sempre acontece quando há esta queda. De agosto a dezembro é sempre um preço ruim. O mercado do tomate hoje não tem segurança nenhuma que dará lucro”.

 

Zeonildo Peterle teve de desperdiçar em sua própria plantação 500 caixas de tomate, que iriam para Vitória, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo.

 

Produtores jogam tomate no lixo após queda no preço da fruta

“Se o produto tivesse sido escoado ao preço desta semana (R$ 40 por caixa) seriam R$ 20 mil. Dá muita pena ver tudo isso sendo jogado fora”. 

 

Estima-se que 20 mil caixas de tomate tenham sido jogadas no lixo. O desperdício do alimento, de boa qualidade, foi estudo da Secretaria de Agricultura de Venda Nova do Imigrante. Porém, segundo o secretário da pasta, Sávio Filetti, não seria viável tornar o tomate em outros subprodutos. 


Filetti explica a sazonalidade do preço do tomate. “O produto possui altos e baixos o ano inteiro, por fatores climáticos e quantidade ofertada no mercado. O produtor precisa estar preparado para isso. Uma organização de produtores, visando a sustentabilidade para todo o ano, seria uma opção”, afirma.

A queda do valor pago ao produtor se refletiu nos supermercados. No mês de dezembro, o preço do tomate ficou 7,5% menor nos supermercados da Grande Vitória. A maior alta do produto foi em abril de 2013, quando a caixa de tomate era vendida a R$ 150.

Ver comentários