Notícia

Imóvel personalizado durante a construção

É possível mudar planta e acabamento sem esperar entrega do apê

Residencial Comendador Rafael, da Lorenge, pode ser personalizado durante a obra
Residencial Comendador Rafael, da Lorenge, pode ser personalizado durante a obra
Foto: lorenge/divulgação

Quem compra um apartamento na planta, geralmente, tem de esperar pelo fim da obra para iniciar o quebra-quebra e mudar o que deseja no imóvel. Pensando em atender a esse público, que busca agregar ao imóvel um toque pessoal, construtoras oferecem serviços, que vão desde diferentes opções de plantas e acabamentos até a possibilidade de personalização completa da unidade.

“É um serviço interessante porque consegue atender a públicos com necessidades diferentes, dentro de um mesmo empreendimento. Tem a vantagem de não precisar fazer uma reforma, ter a obra gerida pela própria construtora e ainda manter a garantia do imóvel”, avalia o arquiteto Lucas Weber, diretor da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-ES).

A Lorenge, por exemplo, acaba de lançar o serviço “Do Seu Jeito”, que permite ao cliente personalizar sua unidade desde o início da obra.“Cada vez mais, o consumidor busca por praticidade, comodidade e celeridade. Durante o período da obra, já trabalhamos com um nível bem aprofundado de personalização, mas isso será ainda mais flexibilizado”, afirma o diretor executivo da Lorenge, Leandro Lorenzon.

Um dos imóveis que já oferece essa possibilidade é o residencial Comendador Rafael, em Linhares. São apartamentos de três e quatro quartos, entre 98,52m2 e 123,69m2.

Leia também

Na Galwan Construtora, o condômino pode escolher, além da planta e do acabamento padrão, mais três opções fornecidas pela construtora. Tudo feito dentro de um planejamento para não prejudicar o cronograma da obra.

Segundo Junior Pereira, supervisor comercial da Galwan, são oferecidos diferentes tipos e tamanhos de porcelanato e laminado de madeira, além de opções de revestimentos de parede de cozinha e banheiro. “A pessoa vai na obra e vê a amostra do material antes de escolher se quer migrar para uma opção superior de acabamento.”

Um empreendimento que está em fase de escolha de opção de planta é o Solar Mata da Praia, em Vitória, com apartamentos de três e quatro quartos, de até 158m2.

Na Proeng, os clientes têm a opção de realizar a personalização no imóvel ainda em obras, mas, para realizar as mudanças, precisam preencher o formulário de alteração. O pedido é avaliado pela equipe de engenheiros. A análise da equipe vai verificar se as modificações podem ou não ser feitas e, se sim, será repassado o orçamento com o acréscimo do valor.

Um dos empreendimentos com essa possibilidade é o Myrthes Vieira, em Jardim da Penha, e tem unidades de dois e três quartos.

A Kemp Engenharia tem pacotes de personalização durante a execução da obra, como varandas gourmets, água quente nas pias de cozinha e banheiros. Além disso, o cliente também pode solicitar que o apartamento seja entregue preparado para automação residencial. O pré-lançamento Ilhas de Veneza Home Design, na Praia de Itaparica, tem imóveis de dois e três quartos.

No Rio Volga, da Cunha Construtora, o cliente que comprar o imóvel na planta pode solicitar mudanças no revestimento, nos splits, posições de elétrica ou algum item adicional. São unidades de dois e três quartos.

O Fundo Opportunity criou o “My Choice” para The Gallery Art Residence, na Enseada do Suá, em Vitória. Durante a fase de obras, a ferramenta online vai permitir aos clientes simular e escolher os acabamentos do imóvel, como revestimentos do piso e paredes. O residencial terá apartamentos de três, quatro ou cinco suítes e coberturas duplex com até 259m2.

Ver comentários