Notícia

Limpeza correta de estofados e colchão ajuda a reduzir alergias

Cuidados auxiliam na eliminação de poeira, ácaros e fungos, prejudiciais à saúde

Com a chegada do inverno, alérgicos costumam sofrer mais com problemas respiratórios, devido ao tempo seco e às aglomerações em ambientes fechados. Os transtornos são agravados com a presença de poeira, ácaros, fungos e bactérias, que se proliferam em diferentes espaços da casa. Mas especialistas explicam que é possível reduzir o problema com atitudes simples, como fazer a limpeza correta de tapetes, colchões e estofados.

A facilitadora doméstica e personal organizer Lucy Misael explica que o ideal é utilizar o aspirador de pó com frequência, principalmente em tapetes. Já os estofados e colchões podem ser higienizados a cada 15 dias, reduzindo o intervalo para uma semana no caso de alérgicos e famílias com animais de estimação.

Leia também

A dica da especialista, para quem deseja fazer o serviço em casa, é espalhar bicarbonato de sódio seco sobre a superfície, deixar agir por 30 minutos e depois aspirar. “Esse procedimento pode ser feito em tapetes, estofados, colchões. Vai ajudar a remover os ácaros e a combater o mau cheiro. Existem também produtos fungicidas e bactericidas em spray ou líquidos, que custam em torno de oito a 15 reais, no supermercado, e podem ser utilizados conforme indicação do fabricante”, orienta.

O mesmo procedimento pode ser feito em travesseiros e Lucy indica que o mesmo não pode ser colocado no sol.

“Muitas pessoas têm o hábito de pegar aquele travesseiro babado e colocar no sol. Isso piora a situação, pois ao aquecer cria-se um ambiente mais propício à proliferação de micro-organismos”, observa, acrescentando que vale investir em capas protetoras impermeáveis e laváveis.

PROFISSIONAL

Uma alternativa para auxiliar na eliminação da poeira e dos ácaros é a limpeza profissional e impermeabilização, indicada a cada seis meses. “Muitos veem a limpeza como algo apenas estético, para retirar a sujeira visível, mas um dos principais motivos é por questões de saúde. Na limpeza profissional, com o uso de produtos químicos e equipamentos, conseguimos eliminar um percentual alto desses micro-organismos. O processo de sucção chega a atingir até 10 centímetros de espuma”, afirma o empresário Rodrigo Ressurreição, da Total Clean.

Ele explica que, a fim de potencializar o procedimento de limpeza convencional, pode ser aplicada ainda uma nova tecnologia chamada Higienização Nano UV-C, responsável por eliminar fungos, ácaros e bactérias presentes nos sofás, carpetes, cadeiras, poltronas e colchões. Esse processo consiste na exposição de lâmpadas germicidas, que emitem ondas curtas de raios UV

Rodrigo acrescenta que o processo de impermeabilização não serve apenas para repelir líquidos, mas também age para evitar a proliferação de fungos, ácaros e bactérias. “Quando o líquido cai, vai contribuir para a proliferação desses micro-organismos que prejudicam a saúde”, afirma.

Ao impermeabilizar uma superfície, também aumenta-se a proteção contra a poeira. É o que explica o diretor da Sofá Clean, Vinicius Rossoni. “Um grama de poeira pode entre 2 mil a 10 mil ácaros. Por isso é tão importante fazer a limpeza periódica, principalmente nas regiões mais atingidas pela poluição do ar”, diz.

Ele ressalta que, mesmo com a higienização e manutenção, no caso dos colchões, é importante estar atento ao prazo de validade. “Normalmente, o colchão tem vida útil de cinco anos. Após esse período, mesmo a limpeza profissional não será tão profunda, pois as impurezas se acumulam no centro da espuma”, alerta.

 

 

Ver comentários