Notícia

Sacrifício de animais e enxurrada inundam ruas de Bangladesh com sangue

Milhares de ovelhas, cabras e vacas foram abatidas em um dos rituais mais sagrados do calendário muçulmano

O sangue decorrente de sacrifícios de animais, parte do festival islâmico de Eid al- Adha, combinado com uma chuva torrencial causou uma cena de terror na cidade de Dhaka, capital de Bangladesh.

A falta de drenagem da chuva formou rios de sangue nas ruas nesta terça-feira (13), depois de milhares de ovelhas, cabras e vacas foram abatidas.

Um dos dois eventos mais sagrados do calendário muçulmano, o Eid al- Adha comemora a disposição do profeta Abraão para sacrificar seu filho a pedido de Deus.

Autoridades em Dhaka disseram ao jornal The Guardian que eles tinham estabelecido centenas de pontos sacrifício para o festival para tornar a cidade mais fácil de limpar.

Mas a mídia local afirma que a maioria dos moradores se desviava das áreas especiais, preferindo fazer sacrifícios em suas garagens ou nas ruas fora de suas casas. O resultado foi uma mistura de sangue e água que encheu ruas e becos estreitos de Dhaka.

"Eu senti que eu estava andando por um bairro pós-apocalíptico ", disse Atish Saha , um artista baseado em Dhaka. "Para ser honesto, eu estava com medo. Era uma imagem de violência em massa", afirmou.

Particularmente chocante para o artista foi ver as famílias, incluindo crianças, caminhando pela inundação comemorando a data sagrada.

Saha disse que o abate ritualístico continuava em partes da cidade nesta quarta-feira (14). "A maior parte do rio de sangue desdeu pelos bueiros pela manhã, mas os asfalto e estradas de terra ainda tinha uma tonalidade avermelhada e estavam cheias de entranhas de animais", disse.

Ver comentários