Notícia

Homero Mafra diz que prisão de Hilário é um equívoco

O advogado diz que a notícia da prisão foi recebida com indignação e reafirma que seu cliente é inocente

Homero Mafra atua na defesa do policial civil Hilário Frasson
Homero Mafra atua na defesa do policial civil Hilário Frasson
Foto: Fernando Madeira

O advogado e presidente da OAB-ES, Homero Mafra, que representa o policial civil Hilário Frasson, afirmou que a prisão do cliente é um equívoco. Hilário é acusado de mandar matar a ex-esposa, a médica Milena Gottardi. O pai dele, e ex-sogro da vítima, também foi apontado pela polícia de ser mandante do crime. 

"Vamos analisar o inquérito com calma para saber qual medida tomar. Não vai ser feito de hoje para amanhã. Vamos manter a calma e estudar esse inquérito que foi sonegado da defesa. Eu espero ter acesso a integralidade do inquérito e a partir daí tomar uma medida na próxima segunda-feira", declarou Mafra. 

O advogado diz que a notícia da prisão foi recebida com indignação e reafirma que seu cliente é inocente. "Ele (Hilário) sabe que não tem nada com a história e tem a tranquilidade de quem confia no aparelho da Justiça do Estado", declarou.

O advogado ainda afirmou que continuará com a mesma linha de defesa. "A linha de defesa não muda diante de uma prisão equivocada. Continuamos com a negativa de que ele tenha participado do crime."

 

Ver comentários