Notícia

Enfermeira espancada em Nova Venécia recebe alta de hospital

Segundo familiares, a jovem, que teve o maxilar quebrado, ainda sente muita dores e tem dificuldades para se alimentar

Foto: Facebook

A enfermeira Géssica de Sá Soto, de 25 anos, recebeu alta do hospital nesta quinta-feira (19). A jovem teve o maxilar quebrado, perdeu três dentes e ficou com hematomas pelo corpo depois de ter sido agredida por homens em uma festa no último domingo (15), em Nova Venécia, na região Noroeste do Estado.

Segundo a família da enfermeira, ela ainda sente muitas dores e tem dificuldades para se alimentar. Nesta sexta-feira (20), Géssica retornará ao hospital para realizar um raio-x mais detalhado. Ainda de acordo com a família, o médico informou que a jovem só poderá ser operada depois que o rosto dela desinchar.

O CRIME

De acordo com uma parente da vítima, que pediu para não ser identificada, Géssica estava em uma festa promovida por um time de futebol do município quando houve uma briga entre duas mulheres e ela tentou apartar. “Uma moça teve crise de ciúmes dizendo que outra havia dado em cima do namorado dela. A Géssica tentou apartar a briga, dizendo que a amiga dela não tinha dado em cima de ninguém. Foi quando a Géssica e outro rapaz discutiram e ele começou a agredi-la, dando um tapa e puxando o cabelo dela”, explicou a familiar.

Depois, mais um homem entrou na briga e deu um soco no rosto dela. “Com isso, ela caiu no chão. Mesmo assim, esses dois rapazes e o namorado da moça que começou a confusão passaram a chutar a Géssica, principalmente no rosto e nas costas”, afirmou.

Pouco depois, algumas pessoas que estavam na festa conseguiram parar a agressão e socorrer a vítima. No entanto, quando ela estava sendo colocada dentro de um carro para ser levada ao hospital, apanhou mais uma vez. “O namorado da moça veio correndo e ainda deu mais um soco na Géssica”, detalhou a parente.

ACUSADOS SÃO PRESOS

A Polícia Civil prendeu na última terça-feira (17) dois acusados de terem cometido o crime. Allender Dona Paixão, de 29 anos, e Braz Veloso Pianissoli, de 24 anos, foram presos na zona rural de Nova Venécia pela equipe da delegacia do município, sob responsabilidade do delegado Líbero Penello.

Foto: Montagem

Allender e Braz foram autuados pelo crime de tentativa de homicídio e encaminhados para o presídio de São Mateus. Já um terceiro suspeito pelas agressões prestou depoimento no último domingo na delegacia e foi liberado.

Ver comentários