Notícia

Preso foge de presídio e deixa recado em inglês para colegas

Segundo informações que circulam em grupos de WhatsApp de agentes penitenciários, o detento deixou bilhete em um quadro na biblioteca

Foto: Divulgação / SESP

O detento Osvaldo Marinho Barreto, 49 anos, fugiu na quinta-feira (02) da Penitenciária Estadual de Vila Velha III (PEVV III), no Xuri, pela porta da frente e usando o uniforme de um agente.

Antes de sair, ele deixou um recado, em inglês, no quadro da biblioteca do presídio para os amigos: “Sinto muito por ter que fazer isso. É a maneira que encontrei. Desejo a vocês o melhor nesta vida. Nunca vou esquecer vocês.”

A Secretaria de Justiça (Sejus) informou que o caso está sendo apurado pela corregedoria e que Osvaldo está sendo procurado pela Polícia Militar. Disse ainda que irá comunicar a fuga ao juiz de Execução Penal e ao Ministério Público Estadual. Osvaldo cumpria pena pelo crime de falsificação de documento público.

Perguntado sobre as condições da fuga, o presidente do Sindicato dos Inspetores do Sistema Penitenciário do Espírito Santo (Sindaspes), Sostenes Araújo, preferiu não entrar em detalhes e esperar a conclusão das investigações.

Foto: Reprodução

 

LOTAÇÃO

Sostenes ressaltou a dificuldade do trabalho dos agentes, que estão sobrecarregados. “Apesar da recomendação do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, que determina um inspetor para cada cinco presos, no presídio de Xuri, atualmente a proporção de presos é maior para cada inspetor”, afirmou.

O presidente disse ainda que, em todo o Estado, são 13.784 as vagas do sistema carcerário, no entanto, atualmente são cerca de 21 mil presos.

Sostenes comentou ainda que a estrutura do presídio é boa, mas que a valorização profissiona deixa a desejar. “A gente tá fazendo milagre”, ressaltou.

A Sejus foi procurada para comentar os dados citados por Sostenes Araújo e afirmou que o sistema prisional do Estado possui, hoje, 20.450 detentos e um déficit de 6,6 mil vagas.

Além disso, de acordo com a Sejus, o número atual de inspetores penitenciários é de 3.240 e, por questões de segurança, não informou números detalhados, como o de detentos e de servidores por unidade prisional. 

Com informações de Diony Silva, repórter da TV Gazeta

Ver comentários