Notícia

Vítima de empregada comemora prisão: "Deus é bom o tempo todo"

"Não sei se vamos conseguir reaver alguma coisa, mas só de saber que ela está presa eu já estou com o coração mais aliviado!", desabafou

 Raquel Viana dos Santos, 25 anos, foi presa na Paraíba
Raquel Viana dos Santos, 25 anos, foi presa na Paraíba
Foto: Divulgação

A mulher que teve um prejuízo de cerca de R$ 600 mil ao ter os pertences roubados pela empregada doméstica Raquel Viana dos Santos, 25 anos, comemorou nas redes sociais a prisão da acusada

"Deus é bom o tempo todo, o tempo todo Deus é bom! A ladra que roubou a minha casa foi presa ontem em Mamanguape/PB. Ainda não tenho maiores informações, pois ela ainda está lá na Paraíba. Não sei se vamos conseguir reaver alguma coisa, mas só de saber que ela está presa eu já estou com o coração mais aliviado!! Gostaria de agradecer aos policiais pelo ótimo trabalho e competência, vocês estão de parabéns e eu não tenho palavras pra agradecer!!!", desabafou.

A PRISÃO

Paraibana foi filmada levando cofre dos patrões pelo circuito do prédio no Espírito Santo
Paraibana foi filmada levando cofre dos patrões pelo circuito do prédio no Espírito Santo
Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

A empregada doméstica Raquel Viana dos Santos, 25 anos, acusada de roubar R$ 600 mil do apartamento de uma secretária e de um representante comercial em Itapoã, Vila Velha, em novembro do ano passado, foi presa pela Polícia Civil na Paraíba na noite desta quinta-feira (11), na cidade de  de Mamanguape, a 52 km de João Pessoa.

Segundo informações da Polícia Civil, Raquel, que é paraibana, estava ostentando quantias em dinheiro incompatíveis com sua profissão. Na Paraíba, ela atuava como babá. 

A farra de Raquel acabou quando ela foi com amigos a um motel para comemorar o roubo. Ao pagar a conta, ela deixou R$ 100 de gorjeta. Os funcionários do motel desconfiaram e acionaram a Polícia Militar, que logo depois conseguiu abordar o carro em que a empregada estava. Dentro do veículo os policiais encontraram R$ 56.800 em dinheiro, joias e uma pistola. Raquel e seus acompanhantes foram levados para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Na unidade, a Polícia Civil da Paraíba foi informada que havia um mandado de prisão por furto em aberto contra Raquel em Vila Velha, no ES. Aos investigadores, a acusada confessou que gastou a maior parte do dinheiro com carro e moto.

Procurada pela reportagem do Gazeta Online na manhã desta sexta-feira (12), a proprietária do apartamento, por telefone, afirmou que já estava sabendo da prisão. "Ela ainda está na Paraíba. Estou esperando ela chegar. Não tenho informação de nada. Ela foi presa ontem. Fiquei sabendo pela polícia", finalizou.

Com informações da TV Cabo Branco

O CASO

Ocorrência foi registrada na 2ª Delegacia Regional de Vila Velha
Ocorrência foi registrada na 2ª Delegacia Regional de Vila Velha
Foto: Marcos Fernandez | Arquivo

Um prejuízo de, pelo menos, R$ 600 mil. Esse é o valor aproximado que uma secretária e um representante comercial afirmam ter perdido no dia 12 de novembro. Eles acusam a empregada de ter furtado a quantia de dentro de casa.

Eles moram em um apartamento no bairro Itapoã, em Vila Velha, e, na ocasião, disseram que tinham contratado Raquel há quatro meses para trabalhar na casa como doméstica.

“Passados os 90 dias de experiência, nós pedimos a carteira de trabalho dela para assinar. Nesse tempo ela nunca deu sinais de não ser uma pessoa confiável”, relata o representante comercial de 43 anos, que não quis ter nome revelado.

Segundo o representante comercial, no sábado, ele e a esposa saíram de casa enquanto Raque fazia a limpeza da residência. Por volta das 15h30, quando voltaram, perceberam que o dinheiro e as joias haviam sumido.

Eles, então, pediram as imagens de videomonitoramento do prédio e constataram que a doméstica saiu do condomínio por volta das 10h40, carregando uma sacola e uma bolsa.

O dono do apartamento disse que tentou contato com a funcionária, mas há pouco tempo ela havia dito que o celular tinha sido roubado.

SIMPATIA E CONFIANÇA

O representante comercial contou que já teve outras funcionárias em casa, mas nunca passou por esse tipo de situação antes. Ele lembra que a doméstica era simpática e só foi contratada porque tinha referências.

“Ela tratava a nossa filha bem e sempre foi muito simpática com a gente. Não imaginamos que algo assim pudesse acontecer”, afirmou.

Na manhã deste domingo (12), o casal registrou boletim de ocorrência na 2ª Delegacia Regional de Vila Velha. Eles também usaram as redes sociais para pedir ajuda para localizar a doméstica.


Ver comentários