Notícia

Arrombamentos no ES: bandidos inspirados em ações ocorridas em SP

Delegado acredita que matéria sobre arrombamentos em SP, veiculada na TV em rede nacional, teria inspirado os bandidos que agem no Espírito Santo

Delegado Henrique Vidigal, titular da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial
Delegado Henrique Vidigal, titular da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial
Foto: Elis Carvalho

A Polícia Militar e a Polícia Civil do Espírito Santo convocaram a imprensa nesta terça-feira (21) para uma coletiva para, novamente, discutir os constantes arrombamentos na Grande Vitória. Com a última ocorrência, nesta madrugada desta terça-feira (21) na Loja Sipolatti da Avenida Central, em Laranjeiras, na Serra, os órgãos resolveram se manifestar para falar sobre as estratégias e investigações sobre os crimes, que totalizam cerca de R$ 140 mil de prejuízo.

O delegado Henrique Vidigal, titular da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial, contou que nas últimas semanas houve vários casos de arrombamento em pontos diferentes da Grande Vitória e que, desde então, estão investigando o caso e já conseguiram identificar 7 criminosos que agiram nos furtos. Esses criminosos, apesar de terem confessado o crime em depoimento, foram liberados porque estavam fora da situação de flagrante.

 

Leia também

Além deles, a polícia identificou 14 receptadores, que assinaram um termo circunstanciado e também respondem o crime em liberdade por enquanto. Um 8º criminoso foi identificado na tarde desta terça (21) - ele teria participado do último furto na Sipolatti nesta madrugada. Ele é procurado pela polícia.

Vidigal declarou que esses grupos não têm uma organização criminosa, que são bandidos que atuam pela oportunidade. Ele acredita que essa onda de arrombamentos se deu por conta de uma matéria que foi veiculada nacionalmente onde mostrou que criminosos de São Paulo atuam utilizando veículos para arrombar comércios. Isso teria servido de inspiração para os bandidos que atuam no Espírito Santo.

Durante a investigação, quatro veículos foram apreendidos. A maioria deles era furtada justamente para este tipo de ação, mas alguns carros eram de familiares dos acusados.

Ver comentários