Notícia

Transexual é baleada ao defender namorado em briga em Guarapari

Ao ver que o namorado poderia ser atingido por disparos, a transsexual entrou na frente do companheiro e acabou baleada no lugar do companheiro

Policiais e viaturas em frente à Divisão de Homicídios (DHPP), em Vitória
Policiais e viaturas em frente à Divisão de Homicídios (DHPP), em Vitória
Foto: Carlos Alberto Silva - 01/10/2018

Uma transexual, de 40 anos, levou um tiro na barriga após tentar defender o namorado em uma discussão, no bairro Praia do Sol, em Guarapari, no início da noite do último sábado (11). Ao ver que o companheiro poderia ser atingido por disparos, a transexual entrou na frente dele e acabou baleada no lugar do companheiro. Ela levou um tiro na barriga e foi encaminhada a um hospital da região. Já o suspeito, fugiu e ainda não foi localizado.

De acordo com investigadores da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), era por volta das 18 horas quando um grupo de homens se envolveu em uma briga, dentro de um estabelecimento comercial. Os investigadores não divulgaram o nome da rua, o tipo de estabelecimento e nem mesmo a motivação da confusão, para não atrapalhar as investigações.

> PM fecha laboratório na Serra e apreende grande quantidade de cocaína

Em determinado momento, um homem que estava na briga sacou uma arma e apontou para outro homem, com quem discutia. Ao ver que o namorado poderia ser atingido por disparos, a transexual entrou na frente do companheiro e acabou baleada no lugar dele. Ela levou um tiro na barriga e foi encaminhada a um hospital da região. A polícia não informou o estado de saúde da vítima. Já o suspeito, fugiu e ainda não foi localizado.

> Armas, drogas e até réplica de fuzil apreendidas em Vila Velha

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari.