Notícia

Sob protesto, Doria entra pelos fundos na Câmara de Vila Velha

Prefeito de São Paulo é alvo de nota de repúdio de movimentos sociais durante concessão do título de cidadão vilavelhense

Sob protesto, Doria entra pelos fundos na Câmara de Vila Velha
Sob protesto, Doria entra pelos fundos na Câmara de Vila Velha
Foto: Gazeta Online

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), foi recebido com protestos em Vila Velha, onde recebeu o título de cidadão vilavelhense. Cerca de 10 viaturas da Polícia Militar reforçaram o policiamento no entorno da Câmara Municipal, o que não impediu manifestantes de gritarem palavras de ordem e estenderem faixas com críticas ao tucano.

Doria nunca havia estado em Vila Velha antes. Nesta quarta-feira (23), questionado sobre o fato de receber o título de cidadão de uma cidade que nem sequer conhecia, o prefeito de São Paulo minimizou, dizendo que é "um brasileiro educado" e que, como representante da maior cidade do país, cabia a ele retribuir "gentilezas". "Homenagem não se recebe à distância", disse Doria.

Leia também

Manifestantes distribuíram uma nota de repúdio ao título de cidadão vilavelhense concedido a Doria. O texto dizia: "O prefeito João Doria, na cidade de São Paulo, não realiza as políticas públicas voltadas para a melhoria das condições de vida do povo, atuando, sim, de forma repressora para com a população de rua, utilizando o uso de força policial contra o cidadão em várias ações da prefeitura".

Para entrar na Câmara de Vila Velha Doria teve que driblar o protesto. O prefeito entrou na Casa pela porta dos fundos. Do plenáriol, durante a solenidade, era possível ouvir os gritos do protesto na rua.

Indagado por repórteres sobre os protestos e sobre a oferta do título do cidadão, Doria demonstrou irritação: "Vários bandidos já vieram a VV. Eles merecem o título de cidadão? Faça-me o favor!"

Ver comentários