Notícia

Empresários da Serra querem acompanhar trabalho de vereadores

A plataforma ainda está em fase de elaboração, mas já está sendo formado um grupo com lideranças comunitárias, professores, advogados e estudantes

Foto: Guilherme Ferrari

Um grupo de empresários da Serra promete fiscalizar as ações da Câmara municipal com a criação da plataforma on-line "Monitora Serra", que deve ser transformada em site e aplicativo para celular. A medida vai permitir o acompanhamento, de maneira mais simplificada, por meio do portal da transparência, de todos os projetos que tramitam no Legislativo, como gastos, projetos de lei e atuação dos vereadores.

A plataforma ainda está em fase de elaboração, mas já está sendo formado um grupo com lideranças comunitárias, professores, advogados e estudantes, que irão acompanhar semanalmente as sessões, fazer a leitura dos dados e projetos, analisar o conteúdo, e publicar na plataforma, a fim de gerar o debate e interação dos moradores pelas ações de seus governantes.

Leia também

O empresário Wylson Zon Filho, um dos integrantes do grupo, que hoje conta com cerca de 60 membros, diz que o projeto começou pequeno, há cerca de um ano, por conta da percepção do desinteresse por política . "A gente não vê participação da população, por isso queríamos estimular. Vamos ser um movimento integrador das várias entidades que atuam no município, a fim de organizar o debate sobre a construção de projetos da cidade", garante.

Ele reforça que a iniciativa é necessária, pois pretende tornar mais claros os procedimentos . "Vamos fazer um trabalho que antecede a votação na Câmara, com um grupo acompanhando as sessões toda semana, analisando os projetos, e promovendo esse debate com a população. Já temos vinte pessoas, entre alunos, lideranças comunitárias, advogados, empresários e professores", explica.

Para ele, é fundamental para o desenvolvimento de sua empresa contribuir para o bom funcionamento da comunidade em que ela está instalada, já que isso reflete diretamente na qualidade da mão de obra contratada. "O interesse da sociedade é o interesse do empresário. Eu estou me pautando como cidadão. É claro que, se os serviços de educação, saúde, e segurança pública funcionam bem na cidade, minha empresa tem melhores condições de desenvolvimento também", comenta.

O "Fórum Empreendedor Cidadão", evento de apresentação e discussão desta plataforma, é aberto ao público, e vai contar com a participação de de 22 dos 23 vereadores da Serra, no dia 30 de novembro.

Ver comentários